quarta-feira, 10 de maio de 2017

VEJA os vídeos do depoimento do ex-presidente Lula ao Juíz Sérgio Morro

Depois de um longo período de espera, entre movimentação nos bastidores da política em Brasília e tentativas de adiamento desse “encontro”, finalmente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento ao juiz federal, Sérgio Moro, na tarde desta quarta-feira (10/05), em Curitiba (PR). O depoimento durou mais de quatro horas.

O ex-presidente está enrolado em cinco processos. O depoimento desta quarta-feira faz parte ainda do primeiro processo em que Lula é acusado de receber R$ 3,7 milhões em propina, de forma dissimulada, da empreiteira OAS. Em troca, ela seria beneficiada em contratos com a Petrobras.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a OAS destinou ao ex-presidente um apartamento triplex, em Guarujá (SP), fez reformas nesse mesmo imóvel e ainda pagou a guarda de bens de Lula em um depósito da transportadora Granero.

O MPF denunciou o ex-presidente por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em 14 de setembro 2016. Seis dias depois, a Justiça aceitou a denúncia, e Lula e outras sete pessoas viraram réus, entre eles a ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu em fevereiro deste ano.

A defesa de Lula chegou a recorrer ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, solicitando a suspensão do processo sobre o triplex na Justiça Federal do Paraná. Era uma tentativa de ganhar tempo, mas o TRF4 negou o pedido e manteve o depoimento de Lula. Em sua decisão, o juiz federal Nivaldo Brunoni afirmou que o interrogatório de Lula ganhou repercussão nacional e que isso mudou a rotina da Justiça Federal de Curitiba e de vários órgãos da capital paranaense.

O depoimento aconteceu. E tudo ocorreu dentro do previsto, conforme determina o rito do processo. O ex-presidente demonstrou nervosismo em alguns momentos, chegando a denunciar o Ministério Público de está "tramando" delações premiadas para lhe prejudicar; respondeu as indagações dos membros do Ministério Público, de sua defesa e do juiz Sérgio Moro. Em algumas resposta, ele chegou a pensar antes de responder.

Lula disse  depoimento que não sabia de nada do que acontecia na Petrobrás.

Em alguns momentos, houve a intervenção de seus advogados e por muito pouco não houve um "pega" entre alguns advogados (defesa e acusação), precisando o juíz Sérgio Moro intervir com a sua calma e muita paciência.


Eis os vídeos do depoimento.