Mostrando postagens com marcador NOTÍCIAS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador NOTÍCIAS. Mostrar todas as postagens

sábado, 5 de agosto de 2017

Ex-transgêneros falam sobre seus arrependimentos em novo documentário

O documentarista David Kyle Foster lança no próximo dia 15 de junho um novo filme que relata histórias de ex-transgêneros. TranZformed: Finding Peace With Your God-Given Gender (“Transformados: encontrando a paz com o gênero que Deus lhe deu”, em tradução livre) é escrito por Foster, que afirma ser ex-homossexual, e dirigido por Karl Sutton.
O documentário, além de abordar a história da transgeneridade desde a antiguidade, apresenta quinze pessoas ex-transgêneros. Segundo Foster, o traço comum entre elas é o de que “quase todas, senão todas, foram vítimas de abuso sexual na infância”.
“A mensagem do filme é a de que as pessoas são muito fragilizadas e precisam de muita ajuda”, disse o produtor ao site norte-americano ChurchMilitant. Ele acredita no impacto que a produção possa ter na vida de pessoas transgêneros que estão à procura de forças para deixar para trás esse estilo de vida.
No filme, Foster aborda ainda a alta taxa de suicídio entre pessoas com “disforia de gênero”, que chega a 40%. Ele explica que a tendência ao suicídio cai logo após a cirurgia, mas aumenta a partir do momento em que a pessoa começa a se arrepender.
“A cirurgia não conserta nada”, diz ele. “Só torna tudo mais complicado e custa um dinheirão. Então a pessoa entra em depressão depois de uma euforia inicial por ter atingido seu objetivo”.
Foster já produziu Such Were Some of You (2014), que relatou a história de 29 pessoas que se declaram ex-homossexuais, e How Do You Like Me Now? (2016), dirigido a parentes e amigos de pessoas homossexuais.
Confira abaixo o trailer de 
TranZformed, que estará disponível para compra em DVD no seu site oficial:
Com informações de Church Militant.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Ex-secretário de obras do Rio é preso pela Lava Jato nesta quinta

A manhã desta quinta-feira (3) está sendo intensa no Rio de Janeiro. Desde cedo policiais cumprem 10 mandados de prisão da Operação Lava Jato, sendo 9 mandados no Rio de Janeiro e um em Pernambuco. Já foi confirmada a prisão do ex-secretário municipal de obras, Alexandre Pinto, que foi secretário de obras no governo do prefeito Eduardo Paes.
De acordo com o portal G1, a denúncia partiu de acordo com a delação da Carioca Engenharia e diz respeito à corrupção, com pagamento de propina e desvio nas obras da Transcarioca e da drenagem de córregos da Bacia de Jacarepaguá.
No mês passado, os agentes deflagaram a Operação Ponto Final, que investigou pagamento de propina de empresários de ônibus a políticos e fiscalizadores dos transportes do Rio e levou a prisão de um dos maiores empresários do ramo: Jacob Barata Filho.
Os outros alvos da ação são lobistas e fiscais de obras. Essa é a primeira vez que a Lava Jato fluminense chega na esfera municipal.
Da Redação
Com informações do noticiasaominuto.com.br

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Brasileiros protestam e líder iraniano cancela a palestra que faria no final de semana em São Paulo


Valeu a pena a pressão dos brasileiros, a exemplo da senadora Ana Amélia (RS), contra a vinda ao Brasil do líder iraniano Mohsen Araki (foto), um dos radicais muçulmanos, que prega intolerância religiosa, sobretudo contra judeus ou qualquer outra pessoa que siga Jesus Cristo.

Na noite desta quarta-feira (26/07), o líder iraniano Mohsen Araki cancelou a palestra que faria neste sábado (29), em São Paulo. Além do encontro, Araki viria ao Brasil para pregar em mesquitas e instituições patrocinadas pelo governo do Irã.

A visita, no entanto, provocou forte reação no País. A primeira a se manifestar foi a senadora Ana Amélia, que afirmou em postagem nas redes sociais que, “a sua presença em nosso país, neste momento, é injustificável, pois se trata de um radical extremista que, nos temas internacionais, defende posições opostas à política pacifista defendida, historicamente, pelo Brasil”. Outra que não concordou foi a secretária de Direitos Humanos do Rio, Teresa Bergher, que encaminhou ofício aos Ministérios da Justiça e das Relações Exteriores pedindo a proibição do iraniano em território nacional. Isto fez com que a Polícia Federal entrasse em ação para monitorar a estada do líder muçulmano no País.

Já um documento assinado pelo arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer e o rabino Michel Schlesinger, da Confederação Israelita do Brasil, também se manifestaram contrários a vinda de Mohsen Araki. Os religiosos afirmam que “no Brasil, pessoas de diferentes religiões dialogam, convivem, celebram contratos, fazem comércio, estudam e veem seus filhos e filhas crescerem juntos em harmonia”.

Os líderes religiosos também escreveram um alerta “contra qualquer discurso destinado a propagar o ódio entre nossas comunidades”.

Antes da matéria da revista Veja ser publicada, o Novotel Center Norte, onde aconteceria a palestra, anunciou na página social do facebook que “o evento com a presença do sr. Mohsen Araki não seria mais realizado ali”. A reação positiva à decisão da gerência do hotel foi imediata. Internautas de várias partes do Brasil apoiaram a medida e consideraram um absurdo esse evento, “pois estamos marcando tudo e todos que apoiam esse Islã dos infernos e boicotando pra valer. Somos um povo cristão e não vamos aceitar a lei de outro País a Sharia, no Brasil”, comentou uma internauta.


Por: Gomes Silva

Foto: Reprodução/Google Imagens
Fontes:
Revista Veja
Facebook

Pregador islâmico convoca muçulmanos a matar todos os judeus


O pregador islâmico Ammar Shahin (foto), convocou todos os muçulmanos a matar os judeus, em sermão realizado na última sexta-feira (21) no Centro Islâmico de Davis Masjid, na Califórnia.

O vídeo traduzido pelo Instituto de Pesquisas de Mídia do Oriente Médio (MEMRI, na sigla em inglês) mostra que o imame orou a Alá para “aniquilar até o último judeu”, não poupando nenhum deles.

“Oh Alá, nos mostre o dia negro em que você irá lhes infligir, e as maravilhas de sua capacidade. Oh Alá, os conte um por um e aniquile até o último [judeu]. Não poupe nenhum deles”, declarou o líder muçulmano.

Shahin ainda enfatizou que o hádice (corpo de leis, lendas e histórias sobre a vida de Maomé) não revela onde acontecerá a batalha final.

“Não sabemos se é na Palestina ou em outro lugar", disse o imame, sugerindo a possibilidade dessa batalha acontecer também nos Estados Unidos ou Europa. “Quando essa guerra explodir, os judeus vão correr e se esconder atrás de cada pedra, casa, parede e árvore”.

O pregador islâmico também rezou para que a Mesquita de Al-Aqsa, situada em Jerusalém, seja libertada da "imundície dos judeus".

"Oh Alá, liberte a Mesquita de Al-Aqsa”, disse ele sobre o espaço conhecido pelo judaísmo como Monte do Templo. “Oh Alá, faça isso acontecer por nossas mãos. Vamos desempenhar um papel neste processo”.

Nascido no Egito e com uma licenciatura em Estudos Islâmicos, Shahin viajou para os EUA em 1999 e obteve um diploma em engenharia informática. Ele é instrutor do Instituto Islâmico Zidani, que ensina o Islã sunita ao Ocidente.

Da Redação
Com informações do gospeltimes.com.br

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Projeto Vista Margarida traz coleção de roupas inspiradas na história de Margarida Maria Alves


Nesta quinta-feira (27/07), será lançado em Campina Grande o Projeto Vista Margarida, um espetáculo intermídia de teatro contemporâneo, que traz uma coleção de roupas baseada na história da sindicalista Margarida Maria Alves. O evento acontece no Teatro Municipal Severino Cabral, a partidas das 19h, e conta com a participação da cantora Sandra Belê, da ciranda do quilombo Caiana dos Crioulos e dos bailarinos do projeto Homens na Dança.

A líder sindical paraibana foi assassinada na porta de casa, em 1983, por um matador de aluguel. Três meses antes de morrer na frente do marido e do filho, em um discurso de comemoração pelo 1° de maio (Dia do Trabalhador), ela disse que “é melhor morrer na luta do que morrer de fome”.

Hoje, 32 anos depois de sua morte, as palavras de Margarida ainda ecoam entre as mulheres trabalhadoras rurais e dão força para a luta diária por representatividade e melhores condições de trabalho e de vida no campo.

Outra frase famosa do mesmo discurso, “da luta eu não fujo”, está gravada em umas das paredes da antiga casa de Margarida Alves, que se transformou em museu em 2001. Na construção simples, uma geladeira azul que foi da camponesa ainda está guardada.

Nos quatro cômodos da casinha de fachada amarela também estão à vista documentos da época em que Margarida liderava o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, atas de reuniões, instrumentos usados pelos trabalhadores no corte da cana-de-açúcar para as usinas, fotos e objetos pessoais: uma camisa branca com bordado de flores, os óculos, o chapéu usado por ela quando visitava os trabalhadores na roça e uma bolsa.


Por: Gomes Silva
Fotos: Ascom

Fonte:
Ascom
http://www.revistaforum.com.br

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Por que Jair Bolsonaro já é o 2º nas pesquisas sem ser candidato?


Ele é sério no que fala. Não leva desaforo para analisar em casa. Tem posições firmes, porém mal compreendidas por alguns e elogiados por outros. Sempre se portou como defensor da família, mas avesso a bandidos. É apontado como um dos homens honestos na política brasileira – que, de certa forma tem lhe atraído forte perseguição por alguns meios de comunicações do País de víeis esquerdista. Seu nome: Jair Messias Bolsonaro, deputados federal pelo Estado do Rio de Janeiro, que, mesmo sem ser candidato já é o segundo colocado nas pesquisas de opinião pública na corrida à presidência da República em 2018.

Jair Messias Bolsonaro é um militar da reserva (com formação na Academia Militar das Agulhas Negras; e no Exército, integrou a brigada de paraquedistas e chegou a patente de capitão) a e político brasileiro que aos poucos muitos vão lhe conhecendo e creditando a ele, futuramente, a responsabilidade pela restauração da confiança do povo brasileiro em assuntos como segurança, educação, sociabilidade do cidadão, liberdade religiosa, a tradição familiar e a hierarquia institucional.

Pai de cinco filhos: Eduardo Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, Renan Bolsonaro, Laura Bolsonaro, Jair Bolsonaro é um paulista nascido em Campinas, porém, detentor de uma carreira de sucesso no Estado do Rio de Janeiro, onde foi o deputado federal mais votado em 2014, com 464 mil votos, depois de iniciar sua carreira política em 1988, quando foi eleito vereador no Rio de Janeiro (RJ).

Apesar da dúvida que paira sobre uma parcela da população brasileira, quanto a sua conversão a Jesus Cristo durante sua estada em Israel, sendo batizado nas águas do Rio Jordão, o mesmo que Jesus foi batizado por João Batista, o deputado Jair Bolsonaro, filiado ao Partido Social Cristão (PSC), segue firme no propósito de assegurar-se entre os postulantes ao Palácio do Planalto no pleito do próximo ano. Contudo, já sabe de antemão, que terá que encontrar forças para superar os correligionários e seus candidatos esquerdistas, que preparam uma ofensiva contra ele. Aliás, o que é normal em função da postura dele como candidato da “direita” (formada por políticos que defendem, basicamente, a hierarquia, a tradição e o clericalismo), contrário, por exemplo, ao casamento de pessoas de mesmo sexo, liberação do aborto, descriminalização da maconha e à prisão do cidadão em seus lares enquanto os bandidos estão soltos. E nunca negou ser contrário aos direitos humanos, que, na opinião dele, só defendem bandidos.

Apesar de ser favorável ao porte legal de armas, Jair Bolsonaro, em conjunto com seu filho, Eduardo Bolsonaro, apresentou o PL-4730/2016, que altera a Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990, para incluir no rol dos crimes hediondos aqueles dolosos, praticados com arma de fogo, mediante violência ou grave ameaça à pessoa.

COMPORTAMENTO
Diferentemente de outros políticos, Jair Bolsonaro mantém-se firme em suas convicções e no que fala para seus algozes, que sempre o instigam com perguntas cavilosas e provocativas, tentando tirar dele mais uma declaração que o condene perante a opinião pública. Suas respostas são sempre elogiadas pelos mais conservadores e mal interpretadas pela ala liberal-esquerdista.

Em suas falas, sejam elas do plenário da Câmara dos Deputados ou das entrevistas concedidas à Imprensa, Jair Bolsonaro tem se tornado criador de frases que coadunam com seu perfil: "Minha cultura é geral. Vou atirando no que interessa, não sigo A, B ou C." E então filosofa: "O que é o saber? É o que fica, e depois o que se esquece é o que se aprende. Vão me sacanear, mas pode colocar isso aí". E brinca: Chaves, Professor Girafales, Seu Madruga... Me amarro em assistir". E, sempre que indagado sobre modelos políticos, Bolsonaro aposta na autorreferência: "Gosto do 'BolsoMito'". E se mostra um admirador do presidente eleito dos Estados Unidos da América, Donald Trump: "Éramos muito comparados. A imprensa fazia chacota do Trump, o acusava de ser fascista".

Outras frases de Jair ficaram marcadas a sua vida pública: “Estou sofrendo preconceito heterossexual”, “Eu acredito em Deus. Sou católico. Mas é coisa rara ir à Igreja. Eu já li a Bíblia inteirinha, com atenção. Levei uns sete anos para ler. Você tem bons exemplos ali. Está escrito: A árvore que não der frutos deve ser cortada e lançada ao fogo. Eu sou favorável à pena de morte” (essa frase foi dita antes dele ser batizado no Rio Jordão numa cerimônia tipicamente evangélica); “Se fuzilassem 30.000 corruptos, a começar pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, o país estaria melhor” (faz tempo); “Estou me lixando para esse pessoal aí [do movimento gay]”; “O próximo passo será a adoção de crianças por casais homossexuais e a legalização da pedofilia” (Comentando a decisão do Supremo que reconheceu a união estável entre homossexuais); “O que eu tenho contra ela (Preta Gil)? Nada contra ela. Nunca gostei dela, é direito meu. Não vejo que ela tem credibilidade para falar em ética”.

Sobre suas preferências intelectuais, Bolsonaro não afirma textualmente quem são eles. Todavia, quem o acompanha politicamente sabe que ele sempre se referiu a pessoas pelas quais deixa transparecer sua admiração, a exemplo do filósofo Olavo de Carvalho, o ex-deputado Enéas Carneiro (in memorian) e o atual presidente americano. Sobre Enéas, Bolsonaro está à espera da aprovação (pronta para pauta) do PL-7699/2017, de sua autoria, que “inscreve o nome de Enéas Ferreira Carneiro no Livro dos Heróis da Pátria”.

RECONHECIMENTO
Na Câmara desde 1991, Bolsonaro se submeterá pela primeira vez ao tipo de escrutínio reservado a quem pleiteia o maior cargo no país, caso se formalize presidenciável. Segundo pesquisa Datafolha de junho, ele alcança 16% das intenções de voto para 2018. Seu melhor desempenho é entre quem tem de 16 a 24 anos (23%), ensino superior (21%) e renda familiar mensal de cinco a dez salários mínimos (25%).

Mas a tendência é que haja um crescimento de Bolsonaro na medida em que se aproximam as eleições presidenciais. Isto porque sua ida a vários estados, mostrando seu perfil e a sua atuação no Congresso Nacional bem como sua postura diante dos governos recentes o capacita a postular a candidatura em 2018.

Como se sabe, entre os anos de 2003 e 2005, à época filiado ao PTB, Bolsonaro se posicionou contra a orientação partidária tanto na reforma da Previdência (PEC 40/2003) quanto na reforma tributária (PEC 41/2003). A primeira foi aprovada pela Câmara dos Deputados após 22 votações em plenário, em agosto de 2003. Presente em 19 delas, Bolsonaro votou com o partido somente em três ocasiões, manifestando-se contra a proposta governista nas votações em primeiro e segundo turnos.

Nas 33 votações que envolveram a reforma tributária, ao longo de setembro de 2003, Bolsonaro foi contra o partido 31 vezes. Ele não foi o único dos 50 petebistas a bater de frente com a legenda – na votação em segundo turno da proposta, três outros deputados fizeram o mesmo.

Veio o Mensalão, quando já era filiado ao PP, uma das legendas mais envolvidas no esquema de corrupção investigado pela operação Lava Jato, Bolsonaro seguiu firme no propósito de não se “misturar” com os envolvidos do seu partido. Chegou a receber algo em torno de R$ 200 mil reais da sigla, mas devolveu em seguida ao tomar conhecimento de que o dinheiro não era declarado como devia.

A postura política de Jair Bolsonaro foi elogiada pelo então ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que fez menção ao nome do deputado durante o julgamento da Ação Penal 470, o mensalão, em setembro de 2012:

“A reforma da Previdência e a reforma tributária foram os principais exemplos de votações do interesse do governo federal na Câmara dos Deputados que teriam sofrido interferência desses pagamentos do mensalão. (…) Somente o senhor Jair Bolsonaro, do PTB, votou contra a aprovação da referida lei. Todos os demais votaram no sentido orientado pelo líder do governo e do PT na Câmara dos Deputados”, disse Joaquim Barbosa em suas justificativas no pleno do STF.

Em assim sendo, caso seja realmente candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro encontrará muitas pedras em seu caminho, arremessadas pelos liberais esquerdistas, porém, contará com o apoio de uma parcela significativa dos brasileiros, que o apoia em seus ideais conservadores, zelando pela família, pelo homem do campo, empregada doméstica, trabalhador honesto e meritocracia de cada cidadão em suas conquistas.

Por: Gomes Silva
Fotos: Arquivo Câmara dos Deputados

Fontes: Google imagens
http://www.camara.gov.br
http://apublica.org
http://www.frasesfamosas.com.br
https://pt.wikipedia.org/wiki/Jair_Bolsonaro
Revista Época
http://epoca.globo.com - 04/07/2016

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Corpo de Pastor da Assembleia de Deus é sepultado no Alto Sertão da Paraíba


Foi sepultado nesta quinta-feira (29/06), na cidade de Patos, Alto Sertão da Paraíba, o corpo do pastor Luiz Gonzaga e Silva, titular da Igreja Evangélica Assembleia de Deus. A cerimônia fúnebre foi dirigida pelo presidente das Assembleias de Deus no Estado, pastor José Carlos de Lima. O corpo do missionário foi carregado em carro aberto do Corpo de Bombeiros, contando com a presença, entre eles, de evangélicos de várias denominações com atuação local bem como de outras cidades que o conhecia.

O pastor Luiz Gonzaga havia sentido complicações cardíacas. Passou por uma avaliação clínica ainda em Patos de onde foi encaminhado para o Hospital da Unimed em João Pessoa. Lá, os médicos fizeram a tentativa de cateterismo, porém ele não resistiu às complicações e veio a óbito.

Luiz Gonzaga havia comemorado seu aniversário de 72 anos no último sábado, (24/6). Ele era natural de Mamanguape e casado com dona Gersonita Silva, com quem teve quatro filhos: Hadassa Priscila, Fábio Luiz,  Jefferson Luiz e João Neto. Seus filhos lhe proporcionou um total de sete netos.

De acordo com familiares, Luiz de Gonzaga e Silva foi chamado para o ministério, há época, pelo então presidente das Assembleias de Deus na Paraíba, pastor Francisco das Chagas. Em 1997, ele iniciou a sua missão pastoral, exercendo o cargo pastoral em diversas cidades do Estado, como: Mãe D’água, Cacimba de Dentro, Bonito de Santa Fé, Uiraúna, Sousa, Rio Tinto e Sapé. Em 2016, ele deixou a Igreja Assembleia de Deus de Solânea para assumir a Igreja Assembleia de Deus de Patos, onde estava há seis meses, em substituição ao também pastor Cleudimar Ferreira de Lima, que havia assumido a Igreja Assembleia de Deus de Alagoa Grande também na Paraíba.

O sepultamento do pastor Luiz de Gonzaga aconteceu por volta das 17h desta quinta-feira, saindo em carro aberto do Corpo de Bombeiros, até o cemitério Santo Antônio em Patos.

A igreja de Patos deverá ter um novo pastor escolhido nos próximos dias pela presidência estadual da Assembleia de Deus no Estado da Paraíba, presidida pelo pastor José Carlos Ferreira de Lima.

Redação: Gomes Silva
Foto: Arquivo da AD-Patos

quarta-feira, 10 de maio de 2017

VEJA os vídeos do depoimento do ex-presidente Lula ao Juíz Sérgio Morro

Depois de um longo período de espera, entre movimentação nos bastidores da política em Brasília e tentativas de adiamento desse “encontro”, finalmente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento ao juiz federal, Sérgio Moro, na tarde desta quarta-feira (10/05), em Curitiba (PR). O depoimento durou mais de quatro horas.

O ex-presidente está enrolado em cinco processos. O depoimento desta quarta-feira faz parte ainda do primeiro processo em que Lula é acusado de receber R$ 3,7 milhões em propina, de forma dissimulada, da empreiteira OAS. Em troca, ela seria beneficiada em contratos com a Petrobras.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a OAS destinou ao ex-presidente um apartamento triplex, em Guarujá (SP), fez reformas nesse mesmo imóvel e ainda pagou a guarda de bens de Lula em um depósito da transportadora Granero.

O MPF denunciou o ex-presidente por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em 14 de setembro 2016. Seis dias depois, a Justiça aceitou a denúncia, e Lula e outras sete pessoas viraram réus, entre eles a ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu em fevereiro deste ano.

A defesa de Lula chegou a recorrer ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, solicitando a suspensão do processo sobre o triplex na Justiça Federal do Paraná. Era uma tentativa de ganhar tempo, mas o TRF4 negou o pedido e manteve o depoimento de Lula. Em sua decisão, o juiz federal Nivaldo Brunoni afirmou que o interrogatório de Lula ganhou repercussão nacional e que isso mudou a rotina da Justiça Federal de Curitiba e de vários órgãos da capital paranaense.

O depoimento aconteceu. E tudo ocorreu dentro do previsto, conforme determina o rito do processo. O ex-presidente demonstrou nervosismo em alguns momentos, chegando a denunciar o Ministério Público de está "tramando" delações premiadas para lhe prejudicar; respondeu as indagações dos membros do Ministério Público, de sua defesa e do juiz Sérgio Moro. Em algumas resposta, ele chegou a pensar antes de responder.

Lula disse  depoimento que não sabia de nada do que acontecia na Petrobrás.

Em alguns momentos, houve a intervenção de seus advogados e por muito pouco não houve um "pega" entre alguns advogados (defesa e acusação), precisando o juíz Sérgio Moro intervir com a sua calma e muita paciência.


Eis os vídeos do depoimento.




















segunda-feira, 8 de maio de 2017

Rodrigo Janot pede afastamento de Gilmar Mendes e a volta de Eike Batista à prisão no Rio de Janeiro

Procurador-geral da República pediu a declaração de incompatibilidade do ministro para atuar no processo e que o empresário volte para a prisão no Rio

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou, nesta segunda-feira (8), arguição de impedimento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes por ser relator do habeas corpus que concedeu prisão domiciliar ao empresário Eike Batista.

Janot pede a declaração de incompatibilidade do ministro Gilmar Mende s para atuar neste processo, bem como a nulidade dos atos decisórios praticados por ele. O pedido foi encaminhado à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, e caberá ao plenário do STF tomar a decisão.

De acordo com a peça, Gilmar não poderia atuar como relator do habeas corpus, uma vez que sua esposa, Guiomar Mendes, integra o escritório de advocacia de Sérgio Bermudes, representante processual do empresário em diversos processos.

Segundo o prucurador-geral a lei determina que um juiz não pode "exercer jurisdição no processo 'em que figure como parte cliente do escritório de advocacia de seu cônjuge, companheiro ou parente, consanguíneo ou afim, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau, inclusive, mesmo que patrocinado por advogado de outro escritório'”. 

Janot sustenta ainda que, se superada a alegação de impedimento, seja declarada a suspeição do ministro, uma vez que, como cliente do escritório de advocacia Sérgio Bermudes, Eike Batista caracteriza-se como devedor de honorários, mesmo que indiretamente, de Guiomar Mendes, por meio de sua participação nos lucros da sociedade advocatícia.

Na arguição, Janot sustenta, com base em entendimento do Supremo Tribunal Federal, a aplicação subsidiária, ao processo penal, de dispositivos legais existentes e em vigor do Código de Processo Civil, que trata de forma mais eficaz a exigência de imparcialidade do julgador, com normais mais completas e atualizadas. “Em situações como essa há inequivocamente razões concretas, fundadas e legítimas para duvidar da imparcialidade do juiz, resultando da atuação indevida do julgador no caso”, argumenta.

Operação Eficiência
O empresário Eike Batista foi preso em janeiro deste ano, na Operação Eficiência, um desdobramento da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, que investiga delitos de organização criminosa, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, entre outros, principalmente durante a gestão do ex-governador Sério Cabral.

O Eike Batista deixou o Complexo de Bangu , no Rio de Janeiro, no último dia 30 de abril, após o ministro Gilmar Mendes conceder prisão domiciliar ao empresário, por meio de um habeas corpus.

Fonte: ultimosegundo.ig.com.br
Foto: Google imagens


sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Administradores do BEM doam 1.600 kits de higiene para instituições carente

O PROJETO EXISTE DESDE 2014 E ENVOLVE ESTUDANTES E PROFESSORES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

A boa administração não é somente estar a par dos conceitos rígidos que a economia submete as empresas para obtenção de lucro. Existe muito mais além do que diz o senso comum sobre essa profissão.  Para comprovar isso, o projeto Administradores do BEM da Faculdade Maurício de Nassau, em Campina Grande, realizA mais uma ação solidária na próxima quinta-feira (15), em diversas instituições da cidade.
 
O projeto que existe desde 2014, leva estudantes e professores do curso de Administração aos mais diversos lugares levando solidariedade em forma de doações. Para a coordenadora do curso, Paoline Levy, a ação promove mudanças no pensamento social dos alunos quando estão em contato com a comunidade carente. “A ideia do Projeto é despertar em nosso estudante uma formação diferenciada, onde os envolvidos somam esforços em prol de uma parcela da sociedade que é carente em muitos sentidos. Ainda aliamos o trabalho no bem a uma atividade acadêmica, no intuito de torná-lo um profissional mais capacitado para lidar com as contingências que surgem no mercado”, destacou.
 
Nesta ação estão envolvidos estudantes do 4º, 6º e 8º período do curso que somam 200 alunos, orientados pela professora Helvia Tavares, uma das idealizadoras do projeto. Para a professora, “várias habilidades são trabalhadas nessa atividade, a exemplo da integridade individual e coletiva, aprendizado, desenvolvimento pessoal, liderança, trabalho em equipe, gestão de conflitos, capacidade de persuasão dos alunos na captação das doações, e muitas outras aptidões importantes para um administrador de sucesso”, destacou.
 
A cada novo semestre os Administradores do Bem organizam campanhas diferentes que surgem de acordo com as demandas das instituições ou do período do ano. Para o semestre corrente, o grupo arrecadou aproximadamente 1600 kits de higiene pessoal como pente, papel higiênico, sabonete, escova e pasta de dentes. Alguns desses kits já foram entregues para instituições parceiras por ordem de necessidade, a exemplo de: ISMI Social em CG; Comunidade da Favela de Queimadas; Hospital da FAP; Paróquia do Bairro do Cinza; Paróquia Jesus Libertador; Instituto São Vicente de Paula; Lar da Sagrada Face em Lagoa Seca e Lar Doce Aconchego.
 
A ação marcada para o dia 15 vai contemplar a Sociedade Espírita Joanna de Ângelis - SEJA, Hospital da FAP, Lar da Sagrada Face, Lar doce Aconchego, Instituto São Vicente de Paula e Esperança e Vida - AeV. Para mais informações sobre esta e outras ações dos Administradores do BEM, está disponível o telefone (83)2101-8900.


Fonte: ASCOM

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

UFCG sedia o VII Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), campus sede, sediará entre os dias 21 e 24 de novembro o VII Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental, organizado pelo Instituto Brasileiro de Estudos Ambientais e de Saneamento (IBEAS) com apoio da CAGEPA - Companhia de Água e Esgotos da Paraíba, SESUMA - Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Campina Grande, FIEPB - Federação das Indústrias da Paraíba, INSA - Instituto Nacional do Semiárido, CREA - Conselho Regional de Engenharia, UEPB - Universidade Estadual da Paraíba e Convention Bureau de Campina Grande

O objetivo do Congresso é possibilitar que profissionais que atuam na área ambiental, possam apresentar os trabalhos desenvolvidos e trocar experiências com os demais congressistas que estarão no evento. Participarão do Congresso, profissionais da área ambiental, professores univesitários, doutores e mestres, além de estudantes (doutorandos, mestrandos e graduandos) de várias universidades de todos os Estados do Brasil.

Os congressistas apresentarão trabalhos técnicos relacionados aos seguintes temas: I - Gestão Ambiental em Universidades e Atividades de Pesquisa; II - Gestão Ambiental em Indústrias: Tratamento de Efluentes, Gestão e Tratamento de Resíduos Industriais; III - Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos: Políticas Públicas, Gerenciamento, Reciclagem, Coleta, Tratamento e Destinação Final; IV - Poluição do Ar, Controle de Ruído e Vibração, Gestão Urbana, Recuperação de Áreas Contaminadas; V - Legislação Ambiental, Licenciamento e Estudos Ambientais, Avaliação de Impactos Ambientais, Certificação Ambiental, ISO 14001; VI - Gestão Ambiental em Áreas Verdes, Arborização Urbana, Fauna e Flora, Gestão de Áreas Degradadas; VII - Educação Ambiental, Sustentabilidade; VIII - Recursos Hídricos, Qualidade das Águas, Bacias Hidrográficas; IX - Gestão Ambiental em Saneamento: Tratamento de Água, Tratamento de Efluentes Líquidos e Drenagem Urbana; X - Gestão Ambiental em Atividades de Energia, Eficiência Energética, Mecanismo de Desenvolvimento Limpo, Créditos de Carbono.

O Congresso será constituído por seis grandes mesas-redondas, doze palestras técnicas, quatro visitas técnicas e dois mini-cursos, além da apresentação de cerca de 350 trabalhos técnicos orais e posteres.  A programação completa pode ser conferida aqui. As inscrições podem ser feitas até 17 de novembro, pelo portal do Congresso, que tem as informações completas sobre o evento.


Mais informações sobre o Congresso no site: www.ibeas.org.br/congresso7

Fonte: Ascom

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Câmara Municipal de Belô homenageia congregacionalismo brasileiro

MISSIONÁRIO LUIZ ANTÔNIO REPRESENTA A CIDADE DE ALAGOA GRANDE
Gomes Silva
Jornalista

Luiz Antonio , pastor Sérgio Paulo presidente da aliança das igrejas congregacionais do Brasil, pastor Neto presidente do DNAEC nacional e presbítero Jairo falcão presidente do DOM (Departamento de Orientação Missionário).
A Câmara Municipal de Belo Horizonte (MG), aprovou Moção homenageando o congregacionalismo brasileiro pelos seus 161. A propositura foi do vereador e pastor Élvis Cortez. Da sessão, realizada nesta terça-feira (12/07), tomaram parte o presidente da Aliança das Igrejas congregacionais do Brasil, o pastor Sérgio Paulo, da Igreja Congregacional de Cruz das Armas, em João pessoa-PB, além de outros pastores que presidem a terceira distrital; o presbítero Jairo Falcão, presidente do DOM ( Departamento de Orientação Missionário) nacional e o pastor Neto, presidente do DNAEC e projetistas  bem como vereadores e convidados especiais.

Durante a sessão foi contada toda a história do congregacionalismo brasileiro, a exemplo de quem trouxe esse ministério para o Brasil; em que ano foi implantado. A história da Aliança das Igrejas Congregacionais, uma capítulo à parte, também foi inserida na programação, que fora coroada de êxito, segundo os organizadores. 

Como a Aliança Congregacional está realizando até o próximo dia 25 o 39° Projeto Missionário em Belo Horizonte, uma equipe de missionários, que está no evento, participou da sessão louvando o hino 389 dos salmos e hinos.

O missionário Luiz Antônio, da Igreja Congregacional de Alagoa Grande, participou da sessão. Segundo ele, “foi um momento marcante para os que estão participando do 39° Projeto Missionário em Belo Horizonte”.



segunda-feira, 4 de julho de 2016

AG está representada no 39° Projeto Missionário da Aliança Congregacional

LUIZ ANTÔNIO, MEMBRO DA IGREJA CONGREGACIONAL, ESTÁ PARTICIPANDO DE EVENTO EM BELO HORIZONTE

De hoje (04) até o dia 25 deste mês, a Aliança das Igrejas congregacionais do Brasil realizará o 39° Projeto Missionário. A cidade escolhida para esse treinamento foi Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. A cidade de Alagoa Grande está sendo representada pelo irmão Luiz Antônio, membro da Igreja Congregacional, que é liderada pelo pastor José Douglas Machado.

Ao ser ouvido na tarde desta segunda-feira, Luiz Antônio ressaltou que “esta é uma rica oportunidade concebida e permitida por Deus”. E acrescentou:

- Deus é maravilhoso, pois nos proporcionou esta oportunidade para viver, sentir e aprender com as experiências vividas por outras pessoas no campo, louvando, pregando o evangelho e conquistando almas para Jesus Cristo -, disse Luiz Antônio.

Ele garantiu que tem aprendido muito com a ousadia, a alegria e o amor dos que estão participando do 39° Projeto Missionário.

Em conformidade com a organização do conclave cristão, esse projeto evangelizador tem como objetivos: Treinar, preparar, vivenciar e renovar os cristãos que tem o chamado missionário, aplicando experiências vividas no dia a dia no campo missiológico bem como conscientizar a igreja local quanto a importância do investimento em missões através da pregação do evangelho de Jesus Cristo.

Da Redação.


domingo, 3 de julho de 2016

IEC reúne várias denominações durante louvorzão no CAIC

Louvor, adoração, comunhão e a mensagem do evangelho de Jesus Cristo foram os “ingredientes” que marcaram o sucesso do 3º Louvorzão promovido pela Igreja Congregacional de Alagoa Grande. O evento aconteceu na noite deste sábado (02/07), na quadra do CAIC, contando com a participação de servos do Senhor de várias denominações evangélicas com atuação local bem como em outras cidades como Juarez Távora, que foi representada por um bom número de irmãos.

O evento foi aberto pelo grupo de louvor Ebénezer da Igreja Congregacional, seguido pela irmã Isabele, da Igreja Assembleia de Deus (Missão) de Alagoa Grande, Grupo Ágape de Areia, Geração Eleita, do Distrito de Chã dos Pereira (Ingá); Filhos do Rei, da Igreja Assembleia de Deus do distrito de Canafístola, além de outros irmãos que contribuíram com a sua voz e a sua voluntariedade para o êxito da promoção.

A palavra de Deus foi ministrada pelo irmão Dário Machado, com o tema: “Um Cântico no Meio da Tribulação”, tendo como texto base o salmo 96, versículo primeiro (96:1), destacando o chamado ao povo recém-chegado do exílio babilônico para o reconhecimento do poder de Deus.

Estão de parabéns todos que se envolveram nessa grande realização da Congregacional sob o comando dos irmãos Halisson e Paulo orientados pelo pastor Douglas Machado, que parabenizou a todas as pessoas que colaboraram direta ou indiretamente para que o 3º Louvorzão obtivesse o sucesso almejado.

Da Redação

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Pastor Elizeu Rocha considera importante a visita da VINACC na Bahia

Durante sua estada no Estado da Bahia, a equipe da VINACC foi acompanhada pelo pastor Elizeu Rocha. Ele foi o contato direto com lideranças evangélicas de Salvador e Região Metropolitana alem de cidade do interior.

Ele considerou a presença da equipe da VINACC importante para Salvador e região, principalmente porque levou às lideranças um alerta quanto aos perigos que estão sendo “mirados” contra a igreja cristã através dos movimentos religiosos.

- Essa visita dos paraibanos trouxe-nos um alerta importante contra esses movimentos religiosos que estão utilizando várias formas para tirar membros das igrejas evangélicas da Bahia -, afirmou Elizeu, que na última segunda-feira comemorou mais um ano de existência.

Em conformidade com o presidente da VINACC e coordenador do Encontro Para a Consciência Cristã, pastor Euder Faber Guedes Ferreira, a participação de Elizeu Rocha foi muito importante no processo de divulgação do 16º Encontro Para a Consciência Cristã, que vai acontecer em Campina Grande no período de 27 de fevereiro a 4 de março do próximo ano.


Pr. Gomes Silva
De Salvador


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Cresce o número de terremotos e erupções em todo o mundo

Cientistas não conseguem explicar o que estaria causando essa mudança no globo
por Jarbas Aragão

Terremotos e erupções vulcânicas sempre estiveram intimamente relacionados. Por exemplo, se uma pessoa olhar um “mapa dos terremotos” em todo o mundo e compará-lo com um “mapa de vulcões”, verá como eles se correspondem. Ambos ocorrem nos limites de placas tectônicas, que compõem a superfície da Terra. Estima-se que existem cerca de 1.500 vulcões ativos no mundo, 50 a 60 entram em erupção a cada ano, expelindo vapor, cinzas, gás e lava.

Terremotos são causados ​​pela libertação da pressão construída quando as placas se afastam, movem-se ou ficam uma sob a outra. O magma, ou lava, surge dos limites da placa, e sobe para a superfície, formando os vulcões. Nos últimos meses, os terremotos têm aumentado exponencialmente em todo o mundo, preocupando alguns pesquisadores.

Durante décadas, terremotos e atividade vulcânica no Pacífico foram mantidos em segredo, com o governo soviético não falando sobre o assunto. A pesquisa mais recente mostrou que a península de Kamchatka e as ilhas Kurilas tem um grande potencial para provocar tsunamis que seriam um grande risco para países ao longo do Oceano Pacífico.

Terremotos de magnitude maior que 8 na escala Richter atingiram a região em 2006 e 2007. Ambos produziram grandes tsunamis locais, com ondas de quase 30 metros. Em 2009, O vulcão Sarychev explodiu, interrompendo o tráfego aéreo sobre o Pacífico Norte.

Muito tem se falado nos últimos 10 anos sobre os perigos de novos tsunamis e outros eventos de repercussão mundial, mas os analistas ainda acreditam ser muito difícil prever quando esses grandes eventos irão ocorrer. O fato é que não existe uma compreensão de porque a atividade sísmica vem aumentando no mundo, embora a grande maioria dos tremores nem seja percebido pela população.

Nas últimas semanas, dados sobre terremotos em todo o mundo indicam um aumento na magnitude (maior que 5,5) e, ao mesmo tempo, um crescimento significativo na frequência em que ocorrem.

Gráficos atuais mostram claramente uma tendência alarmante em todo o mundo sobre a crescente força dos terremotos. Estes resultados podem ser vistos na página da USGS, que monitora os sismos mais fortes (> 5,0).

Ao mesmo tempo, as tendências também mostram que a profundidade dos sismos diminuiu. Atualmente eles ocorrem mais perto da superfície da Terra. Isso pode ser um fator que contribui para desencadear de outros terremotos.

Em resumo, hoje há maior disponibilidade de dados e atenção da mídia sobre essas catástrofes. Estranhamente, nenhum governo ou órgão de mídia tem mostrado preocupação com o crescimento desses eventos, que podem em questão de dias, matar direta ou indiretamente milhares de pessoas.
Traduzido de The Guardian.
Fonte: Gospel Prime

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Se for confirmado é vergonhoso, mesmo!

Marinho vai ao CNJ denunciar fraude no telejudiciário do TJ-PB
Candidato a vereador em Campina Grande pelo PMN, o jornalista e ex-vereador da cidade, Marcos Marinho, promete divulgar amanhã documentos que comprovam a total vulnerabilidade do sistema eletrônico do Tribunal de Justiça da Paraíba – o telejudiciário.

Ele teve seu pedido de registro de candidatura indeferido pelo juiz da 71ª Zona Eleitoral, Giovanni Magalhães Porto, na última sexta-feira, e foi aí que descobriu o escândalo, por ele classificado como “vergonhoso, criminoso e inaceitável”.Marinho num primeiro momento entrou com Embargos Declaratórios na 71ª Zona e na sequência recorreu da sentença para o Tribunal Regional Eleitoral.

Ao analisar os embargos o juiz eleitoral disse que não descarta “a possibilidade do sistema de informática do TJPB ter falhado”, mas averbou-se incompetente, “no estreito limite do processo de registro de candidatura”, para retificar dados existentes em certidões de outras justiças.

Marcos Marinho revelou que ainda hoje estará enviando ofícios ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba, e também à presidência do Conselho Nacional de Justiça, em Brasília, solicitando sindicâncias no telejudiciário paraibano e punição para os que o fraudaram.

“É inconcebível que um sistema que eu imagino seja gerido por senhas e seguro por elementos de criptografia, além de outras ferramentas de última geração, possa vir a ser violado de forma tão primária com intuiito criminoso de prejudicar a candidatura de alguém”, lamentou o jornalista.

Matéria enviada pela assessoria do candidato via e-mail