quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Quais os exemplos deixados pelo cantor Cazuza?!!!

Karla Christine

'Fui ver o filme Cazuza há alguns dias e me deparei com uma coisa estarrecedora. As pessoas estão cultivando ídolos errados.

Como podemos cultivar um ídolo como Cazuza? Concordo que suas letras são muito tocantes, mas reverenciar um marginal como ele, é, no mínimo, inadmissível.

Marginal, sim, pois Cazuza foi uma pessoa que viveu à margem da sociedade, pelo menos uma sociedade que tentamos construir (ao menos eu) com conceitos de certo e errado. No filme, vi um rapaz mimado, filhinho de papai que nunca precisou trabalhar para conseguir nada, já tinha tudo nas mãos. A mãe vivia para satisfazer as suas vontades e loucuras. O pai preferiu se afastar das suas responsabilidades e deixou a vida correr solta.

São esses pais que devemos ter como exemplo?

Cazuza só começou a gravar pois o pai era diretor de uma grande gravadora.

Existem vários talentos que não são revelados por falta de oportunidade ou por não terem algum conhecido importante.

Cazuza era um traficante, como sua mãe revela no livro, admitiu que ele trouxe drogas da Inglaterra, um verdadeiro criminoso. Concordo com o juiz Siro Darlan quando ele diz que a única diferença entre Cazuza e Fernandinho Beira-Mar é que um nasceu na zona sul e outro não.

Fiquei horrorizada com o culto que fizeram a esse rapaz, principalmente por minha filha adolescente ter visto o filme. Precisei conversar muito para que ela não começasse a pensar que usar drogas, participar de bacanais, beber até cair e outras coisas fossem certas, já que foi isso que o filme mostrou.

Por que não são feitos filmes de pessoas realmente importantes que tenham algo de bom para essa juventude já tão transviada? Será que ser correto não dá Ibope, não rende bilheteria?

Como ensina o comercial da Fiat, precisamos rever nossos conceitos, só assim teremos um mundo melhor.

Devo lembrar aos pais que a morte de Cazuza foi consequência da educação errônea a que foi submetido .

Será que Cazuza teria morrido do mesmo jeito se tivesse tido pais que dissesem NÃO quando necessário?

Lembrem-se, dizer NÃO é a prova mais difícil de amor .

Não deixem seus filhos à revelia para que não precisem se arrepender mais tarde. A principal função dos pais é educar. Não se preocupem em ser 'amigo' de seus filhos. Eduque-os e mais tarde eles verão que você foi a pessoa que mais os amou e foi, é, e sempre será, o seu melhor amigo, pois amigo não diz SIM sempre.'

Karla Christine
Psicóloga Clínica

Nota da Redação
Indiscutivelmente Cazuza foi um dos "grandes" cantores brasileiros; foi admirado praticamente no mundo inteiro. Contudo, sua morte deixou muita coisa para se refletir. Até que ponto a vida dele foi realmente um exemplo para a atual geração de jovens?

Sexo? Droga? Esses não são exemplos a serem seguido por ninguém.


Pr. Gomes Silva

Essa tal ansiedade ...

Jason Figueira

"Prefiro viver 10 anos a 1000, do que 1000 anos a 10". Essa frase do cantor e compositor Lobão não só traduz seu modo de vida, mas o de toda uma geração.

O homem dos anos 90 tem buscado e exaltado a diversão. Na era da informática, a vida das pessoas também ganhou mais velocidade. Com a rapidez da informação, o cotidiano de ser humano também é alterado, fazendo com que todos tenham pressa de viver tudo o que podem e também de resolver os problemas em sua vida como se faz no computador, num piscar de olhos. As pessoas querem viver e conhecer tudo que a vida lhes oferecem, e esse parece ser o único objetivo, principalmente dos mais jovens.

Em sua ânsia por sentir o gosto da "vida" eles experimentam drogas, se prostituem e entregam-se a qualquer tipo de prazer, sem se lembrar que para todo ato existe uma conseqüência. Tudo isso é apoiado implicitamente pela mídia e os meios de comunicação que tem enfatizado sem seus programas a promiscuidade, o adultério, e todo tipo de anormalidade está sendo encarada com a maior naturalidade, invertendo-se os valores.

A expectativa de vida é algo que também tem ocupado a mente do homem moderno, numa eterna busca pela "fonte da juventude". Cientistas afirmam que encontraram a solução para um maior longevidade, com um medicamento que atrasa o envelhecimento das células. Dentro de pouco tempo o homem viverá 200 anos ou mais, mas só não se tem a explicação de como fazer para alimentar esta superpopulação daqui a 50 anos. Os problemas atuais ainda não foram resolvidos, mas vamos deixar isso para depois, afinal de contas queremos é viver mais! Queremos viver mais intensamente a vida! O homem tem conseguido um certo êxito nisso, pois o indivíduo dos anos 20 não realizava a metade das atividades que temos em nosso dia-a-dia e em percebemos.

O acompanhante de toda essa velocidade e agitação é o crescente estresse que perturba a maioria das pessoas hoje em dia. Muitos jovens estão escolhendo viver menos tempo mas com maior intensidade a vida, fazendo qualquer coisa que sentem vontade. O homem está preferindo viver 10 anos a 1000. Quer seja usando drogas, bebidas, cigarros ou com a promiscuidade sexual (provocando doenças como a AIDS), o homem tem encurtado sua vida, que é um dom oferecido por Deus.

A ansiedade parece ser inevitável atualmente, e toda essa pressa de ter que correr atrás de muitos objetivos tem causado nas pessoas a impressão que não temos tempo para nada. Acabamos por nos esquecer que a Bíblia diz que "tudo tem seu tempo determinado, há tempo para tudo debaixo do céu. Tempo de plantar e tempo de colher. Tempo de semear e tempo de colher o que se semeou". Com a crescente tecnologia e conhecimento, o homem passa a acreditar em seus "super-poderes" e nem se lembra de que é dependente de Deus. Muitos só acreditam em si mesmos e buscam nos bens materiais, como dinheiro, um carro ou uma casa, a felicidade tão procurada. Infelizmente descobrem que esses bens trazem somente uma satisfação momentânea e, como nos ensina a Bíblia, "de que adianta ter o mundo inteiro e perder a sua alma?". Deus tem o controle do passado, presente e futuro e é necessário você crer que ele conhece seu futuro também.

A pressa que algumas pessoas tem de viver tudo instantaneamente acaba muitas vezes encurtando sua própria vida. Deus tem todas as respostas para sua vida, basta somente crer nele e deixar que ele tome o controle. Toda ansiedade passará a não ter mais sentido, juntamente com o "medo do amanhã", pois Ele nos ensina "buscar primeiramente o reino de Deus e a sua Justiça, e todas as outras coisas lhe serão acrescentadas".

Não quer experimentar?

Reflitam e tenham uma semana abençoada!!!
Enviado por:

ALEXANDRO - DELTA TURISMO

(83) 3343-1530 / 3343-1531
deltacpv@terra.com.br

Evangélicos querem madrugadas do SBT

Depois da Band e da Rede 21, agora foi a vez do SBT ser procurado por uma igreja evangélica. Depois de ter perdido o horário da madrugada da Band para seu concorrente, Silas Malafaia, o missionário R.R. Soares teria feito uma proposta para a emissora.

(Fonte: AdNews) - O SBT é o único canal que ainda não possui nenhum tipo de programação religiosa, e deve continuar sendo já que Silvio Santos tem resistido às propostas. Mesmo assim, executivos da emissora aceitaram conversar com o missionário.

Ao contrário da emissora de Silvio, a Band tem vendido parte de sua programação ao mercado da fé. No mês passado, foram vendidas 22 horas da grade da Rede 21 pelos próximos cinco anos. Além disso, Sila Malafaia pagará cerca de R$ 7 milhões por mês pelo horário das 1h30 e 7h na grade da emissora.

Agora a Band possui 40 horas e 30 minutos de programação religiosa, somente três horas semanais a menos que a Record que pertence à Igreja Universal.

As informações são do colunista da Folha de S. Paulo, Daniel Castro.

Novela na vida real: Mulher humilhada pelo marido ganha direito a indenização de mais de R$ 50 mil

Novela na vida real: Mulher humilhada pelo marido ganha direito a indenização de mais de R$ 50 mil, em caso semelhante ao folhetim da TV .

A Justiça do Rio Grande do Sul deu ontem final feliz a um processo que tinha ares de novela. Uma auxiliar de limpeza em Porto Alegre, de 50 anos, ganhou direito a receber mais de R$ 50 mil do ex-marido por ter sido expulsa de casa para dar lugar a uma vizinha, que até então atuava no papel de amante.

A autora da ação teve a identidade preservada por segredo de Justiça. Depois de morar 20 anos com o marido, a vítima — cuja trajetória se assemelha à da personagem Catarina, interpretada pela atriz Lilia Cabral em ‘A Favorita’, da TV Globo — foi expulsa de casa sob xingamentos na frente de vizinhos e sem direito aos bens do casal. “O marido contratou um caminhão e a colocou na rua”, disse a advogada Jaqueline Torgan Fusco, do escritório J&J Advogados. “Chegamos a perder um primeira instância. Ela fugiu com medo de apanhar do ex-marido. Mas recorremos e ganhamos. A novela pode ter tido, sim, influência na decisão dos desembargadores”, comemorou Jaqueline.

Além de R$ 15 mil em dinheiro por danos morais, a auxiliar de limpeza terá direito à metade da casa onde o casal morava, avaliada em R$ 60 mil, e à metade do valor de um carro de R$ 11 mil. Também receberá 50% da empresa de conserto de ar-condicionado montada pelo ex-marido, já que ficou provado que ela abriu mão de benefícios como FGTS e 13º salário a favor da empresa.

Na decisão, o relator da apelação, desembargador Odone Sanguiné, concluiu que “a injusta expulsão da demandante de sua própria residência, através de método abusivo, implicou violação à sua honra e direito de propriedade”.

ATRAÇÃO FATAL

Casos passionais vêm ocupando cada vez mais os tribunais de Justiça do País. Em Goiânia, juiz da 3ª Vara Cível condenou uma vendedora a indenizar em R$ 31.100 a mulher do homem de quem a acusada foi amante por nove anos. Na ação, que também corre sob sigilo, a autora alegou que depois que a traição foi descoberta, a amante passou a ameaçá-la, obrigando o casal, que não se separou, a mudar de endereço para preservar os filhos do assédio.

No Espírito Santo, uma mulher de 39 anos foi detida depois de arrancar pedaço da orelha da amante do marido com mordida. O crime foi cometido depois de um flagrante de adultério. A agressora vai responder por lesão corporal.

Fonte: O Dia