terça-feira, 31 de março de 2009

Abuso espiritual - Uma realidade na igreja de hoje

Entrevista com Marília Camargo César
Publicado em 30.03.2009

Quando a fé se deixa manipular, pessoas viram presas fáceis de toda sorte de abuso. A confiança autêntica e sincera em Deus é gradualmente substituída pela submissão acrítica aos desmandos de lideranças despreparadas. É esta relação doentia que a jornalista Marília Camargo César (foto) desvenda em seu primeiro livro.

Ao lidar com feridas não cicatrizadas, em seu debut literário, a autora revela a urgência de um novo tipo de liderança, não autocrática, e de um novo membro, mais confiante em Deus e menos dependente do pastor local, a fim de que o espaço da igreja seja saudável, criativo e curador.

Nossa entrevistada é jornalista, com passagens pela TV Globo, principais jornais de economia do Brasil e Il Sole-24 Ore, maior jornal de economia e negócios da Itália. Colabora atualmente com o Valor Econômico.

Qual o tema central de “Feridos em nome de Deus”?

Marília - O livro narra histórias de cristãos que estão muito machucados emocionalmente e tiveram a sua fé abalada pelo convívio com líderes abusivos, que passaram dos limites em seu relacionamento com seus liderados. São histórias, acredito, com as quais muitos poderão identificar-se, porque o problema do abuso espiritual parece espalhar-se pela comunidade dita evangélica no Brasil.

Para quem ele foi escrito?

Marília - Eu escrevi o livro, em primeiro lugar, para mim mesma. Porque eu precisava de respostas. Eu não conseguia entender por que amigos que, antes eram tão próximos de seus pastores, de uma hora para outra passaram a detestá-los e a falar mal deles. Eu precisava entender o que tinha dado errado naquele convívio. Mas entendo que o livro também foi escrito para esses irmãos feridos, como uma espécie de registro de suas experiências, e para líderes religiosos, que podem se ver retratados nas histórias.

Por que escrever um livro que trata de um assunto tão delicado para a igreja evangélica atual? É uma espécie de autobiografia?


Marília - Não, não é uma autobiografia, embora eu conte alguns detalhes de minha experiência de fé. Creio que decidi escrever por ver o estado em que ficaram esses irmãos. O abuso pastoral levou muitos deles à lona, eles perderam o chão. Passaram a questionar a fé, a estrutura da igreja – o que não deixa de ser uma boa coisa – a veracidade da Bíblia e a autoridade pastoral de forma generalizada. A maioria só conseguiu recobrar o fôlego depois de receber a ajuda de terapeutas.

Como se deu o processo de pesquisa para o livro, você entrevistou outras ovelhas feridas?

Marília - Fiz muitas entrevistas pessoais com os feridos e também com pastores isentos, que analisam o fenômeno do abuso espiritual à luz de suas experiências pessoais e da Bíblia. Entrevistei também psicólogos, filósofos e sociólogos para dar maior profundidade à análise do problema.

Quais foram os seus sentimentos ao colocar no papel sua própria experiência e de tantas outras pessoas?

Marília
- Houve dias em que fiquei muito triste ao relembrar como era o convívio fraterno em nossa antiga igreja e o pouco que tinha restado dele. Houve entrevistas em que eu chorei junto com os feridos e fiquei morrendo de raiva dos fatos que estavam vindo à tona. Eu não acreditava no absurdo daquelas histórias. Eu me senti incrivelmente indignada e não entendia como aquelas pessoas, todas adultas e instruídas, tinham concordado em sofrer tais humilhações, em nome de Deus, e ainda assim permanecer caladas.

A igreja brasileira tem crescido muito nos últimos anos. Você vê alguma correlação entre esse fato e o aumento nos casos de feridos? Qual o principal fator que leva as pessoas a se ferirem?

Marília - Sim. O crescimento numérico dos ditos evangélicos e de pastores sem uma boa formação bíblica, ética e cultural colabora muito com isso. Creio que o tipo de teologia que está se pregando atualmente, que se concentra nas páginas do Antigo Testamento e delas tira lições distorcidas ou meias-verdades, é um fator importante para a disseminação do abuso.

A seu ver, existe solução para o problema? O que a igreja evangélica brasileira deveria fazer para que os fiéis não mais fossem feridos?

Marília - Não tenho todas as respostas, penso que dificilmente alguém as terá. Eu apenas aprendi, depois de muito ouvir as pessoas, feridas ou não, que buscar maturidade espiritual e assumir responsabilidades pelas próprias decisões de fé ajuda muito a evitar o abuso. Parar de procurar a ajuda de gurus evangélicos também. Como diz o Eugene Peterson, “as pessoas adoram ver o pastor brincar de Deus”.

Entrevista gentilmente cedida pela Editora Mundo Cristão. Para reprodução autorizada os interessados deverão entrar em contato direto com a editora. Foto: Ana Paula Paiva (Valor Econômico)

Fonte:
Instituto Jetro

NOTA DA REDAÇÃO
O que acabamos de ler ai em cima é a pura realidade que perdura, hoje, em algumas igrejas e na vida de alguns pastores. Não é falta de ética de minha parte, muitos menos da companheira jornalista. É fato verídico o que estamos contemplando a quase toda hora.

É inadmissível que alguém, se dizendo chamado por Deus, esteja servindo de "marchante" dentro da própria casa do Senhor. "Matando" a espiritualidade de ovelhas, que, muitas delas, não têm força nem para dizer: Ajude-me!
Mas como acontece essa morte? Ela acontece de várias maneiras:
1. Tirando a pessoa de suas atividades na obra;
2. Excluindo-a da boa convivência;
3. Maltratando-a baseados em conversas dos "chapéus de dois bicos" (leva-e-traz), sem procurar a verdade;
4. Criticando quando essa ovelha faz alguma coisa errada. E mesmo que esteja errada, o pastor é para consertar com amor e não escanteá-la como se aquela vida não tivesse sentimentos nem fosse nada no contexto.

Um aviso aos "navegantes": Se você foi chamado para ser professor, seja professor. Não queira ser pastor. Essa roupa não cabe no nobre irmão.

OBS: Não sou perfeito. Apenas procuro cumprir com meu dever como pastor e servo do Deus Altíssimo, mesmo já tendo cometido muitos erros na minha vida ministerial, assim como já aconteceu com muitos exemplos de líder.

Pastor e jornalista Gomes Silva - Campina Grande/PB

segunda-feira, 30 de março de 2009

Palestras para pastores e líderes: Sim, senhor!

Ao idealizar uma palestra para pastores e líderes, incluí alguns tópicos interessantes. Obviamente, os detalhes desses tópicos a gente transmite durante a ministração. Os interessados podem nos convidar. Terei o maior prazer em abençoar aqueles que cuidam de outros.

Características de um pastor

Tópicos:

1. Humildade

2. Vida de oração

3. Amor pela Palavra

4. Unção do Espírito Santo

5. Ênfase na Obra do Senhor

6. Atitude Positiva

7. Paixão pela Obra do Senhor

8. Apaixonado pela evangelização

9. Paixão pela igreja local

EM OUTRA PALESTRA, a gente aborda outros assuntos de interesse dos pastores e líderes

1. O pastor e a família

2. O pastor e o perdão

3. O pastor e seu relacionamento com o rebanho

4. O pastor e sua fidelidade no cuidado das ovelhas

5. O pastor e a ética no aconselhamento

6. O pastor e seu relacionamento com outros pastores

7. O pastor e sua participação na comunidade


Contato:
(83) 8650 7572

Uma lição para a minha vida ministerial

Pastor Gomes Silva

Tive o prazer de participar do Culto de Ação de Graças pelos 60 anos de ministério do pastor Jônatas Ferreira Catão, no Betel Brasileiro, em João Pessoa. E confesso: voltei pra casa pedindo a Deus: Senhor me ensina a ser pastor. Os relatos (sinceros) que ouvi de outros pastores sobre a atuação ministerial do reverendo Catão me levaram (e ainda continuo) a refletir a minha vida diante de Deus.

De posse da palavra, aquele simples homem de Deus alegrou o meu coração com seu jeito fácil de falar, as frases de efeitos que marcam a sua trajetória. Foi algo para me levar ao dia 11 de fevereiro de 2000, quando fui separado para o ministério pastoral e logo assumindo uma Igreja O Brasil Para Cristo no Pedregal em Campina Grande.

Catão saiu-se com pérolas que envaideceram o meu coração, mas me conscientizando cada vez mais da responsabilidade que tenho como ministro do evangelho. Disse ele:

- Nunca tive preocupação com meu sustento. Se você cuidado do rebanho com fidelidade o rebanho cuidará de você!

- Proceder com fidelidade não é fácil. Contudo, vale à pena manter-se firme na obra do Senhor!
- Valemos enquanto não perdemos a confiança!

- Se você foi chamado por Deus (e tem convicção dessa chamada) para ser pastor, então seja pastor. E não queira fazer aquilo para o qual não foi chamado. Não invente de ser professor!

- Dezenas de pessoas acreditam que tem chamada para ser pastor. No entanto, suas igrejas não crescem, ninguém se converte. Então, que chamado é esse?

Que foi uma lição de ministério para a minha vida, isto foi. E louvo a Deus pela vida e exemplo do pastor Jônatas Catão.

OBS: Amanhã vai inserir matérias sobre o que aconteceu nesse culto de Ação de Graça. Aguarde!

segunda-feira, 23 de março de 2009

Romário e Ronaldo "acabam velha rixa"

Jornalista Gomes Silva

Uma antiga “rixa” entre os atacantes Romário e Ronaldo teve um final feliz na madrugada desta segunda-feira (23). Apesar de não ser velho conhecidos dos dois, mesmo porque moro distante do Rio de Janeiro e de São Paulo, tive a felicidade de colocar os dois cara a cara, aconselhá-los e ajudá-los a “lavar os pratos sujos”.

Romário tinha “raiva” de Ronaldo simplesmente porque tomara conhecimento pela “Imprensa” de que o atual atacante do Corinthians dera entrevista na qual havia “soltado piadinha” direcionada ao atual Diretor de Futebol do América carioca, tipo “sou melhor que ele”. Ronaldo, por sua vez, garantiu que nunca havia falado tal coisa.

Na condição de pastor pedi para que eles perdoassem um ao outro. Ronaldo aceitou imediatamente, mas Romário continuava “irredutível”. Contudo, depois de um período de novas conversas, ele (Romário) fez as pazes com Ronaldo. Os dois se abraçaram e tudo ficou uma maravilha. Só faltou uma máquina para registrar aquele “momento histórico”.

Ainda tive a oportunidade de pregar o evangelho e convidar o “baixinho” para ir a uma igreja evangélica. Ele apressou o fim do encontro, por conta de compromissos assumidos anteriormente, mas falou que iria um dia ouvir a Palavra de Deus.

Já Ronaldo ficou mais acessível à Palavra. Todavia não deu tempo convidá-lo para ir à igreja porque o sonho acabou. Infelizmente!

__________________________
OBS:
Isto foi apenas um sonho. Nada de real. Por isso, usamos aspas em inúmeras palavras.

sexta-feira, 20 de março de 2009

A dor causada pelo abandono de vidas

Caídos, fracos, humilhados, tristes e amargurados não se desesperem. Jesus Cristo está vivo e vai te restaurar
Pr. Gomes Silva

Quando retornei de Parnaíba-PI, senti no mais profundo da minha alma uma dor muito grande. Essa dor foi ocasionada pela triste realidade dos afastados da presença de Deus em nossa querida Campina Grande. E se não bastasse, essa dor aumentou quando estive visitando a cidade de Alagoa Grande e vi muita gente - que havia congregado conosco na Igreja O Brasil para Cristo -, fora da igreja e até chorando, implorando o nosso retorno à terra de Jackson do Pandeiro.

Como é triste ver pessoas sofrendo!

Recentemente, estive na Rádio Lagar FM (Campina Grande) e, ao falar sobre esse assunto, não contive as lágrimas. E me coloquei, de público, à disposição de quem estiver fora da igreja e, obviamente, quiserem o nosso apoio. Inúmeras pessoas ligaram para a emissora pedindo uma visita ou oração. E, graças a Deus, estamos aconselhando pessoas que estão passando por esse estágio, inclusive, adolescentes.

Sabemos das dificuldades para atender todos os chamados em função de transporte, mas vou fazer o possível para que essas pessoas que estão caídas, fracas, humilhadas, deprimidas – espiritualmente -, sejam restauradas por Deus através do trabalhar regenerador do Espírito Santo e da oração libertadora que estamos realizando.

Esse trabalho de apoio, através do aconselhamento e de outros meios, dá continuidade ao trabalho que venho realizando há anos pela internet. Pela rede mundial de computadores temos aconselhado pessoas de várias partes do Brasil e do mundo, cujos nomes são mantidos em segredo, o que é peculiar a todo conselheiro.

E quem estiver interessado numa visita é só ligar 8650 7572 (Campina Grande) ou adicionar o msn: pr_gomessilva@hotmail.com. O primeiro contato, no entanto, serve para marcarmos o dia e hora do aconselhamento.

Portal Rede de Notícias

O portal Rede de Notícias de Campina Grande, já conhecido mundialmente pela qualidade da informação, nos deixa mais tranqüilo para escrever artigos abalizados e conscientizadores.

Parabéns aos que fazem o www.rededenoticias.com (Apolinário Pimentel e Vanildo Silva) pela confiança em mim depositada para ser um de seus colunistas e um dos mais lidos, hoje, no mundo.

Pr. Gomes Silva

quarta-feira, 11 de março de 2009

Parabéns ao Jornal O POVO de Fortaleza

Gomes Silva

Não moro em Fortaleza nem em qualquer outra cidade do Estado do Ceará – o que pode ainda acontecer, dentro da vontade estabelecida por Deus. Contudo, minha admiração pela Capital Alencarina vem desde o tempo em que trabalhava como guarda noturno (vigilante) em Picuí, cidade do interior da Paraíba. Naqueles tempos, apaixonado por rádios como sempre fui, era ouvinte assíduos de rádios como Rádio O Povo, Assunção Cearense, Verdes Mares, Ceará Rádio Clube. E sempre ouvia falar no jornal do Povo, que passei a ser leitor pela internet quase que diariamente, principalmente depois que fui pastorear uma igreja na cidade de Parnaíba-PI. Sempre de passagem por Fortaleza nas viagens de Campina Grande/Parnaíba e vice-versa lia O Povo, que tem ótima diagramação, matérias bem trabalhadas, ilustrações precisas e uma variedade de temas abordados. Excelente!

Mas, um assunto de fundamental importância pra mim, que sou pastor evangélico, tem me feito cada vez mais um grande admirador do Jornal do Povo. É o espaço dado à divulgação de eventos evangélicos e, por conseguinte, a Palavra de Deus. Quer seja na capital (Fortaleza) quer seja no interior.

Sempre estou atento, e acabo de ler uma matéria, que faz parte de uma série delas, intitulada: Fé e Economia: Evangélicos começam a dominar o mercado. Ótima matéria, que inclui o crescimento de seguidores de Jesus Cristo no Ceará, onde, conforme a matéria, o número de evangélicos chega a 1,4 milhão no Estado.

A matéria termina, anunciando uma série de matérias sobre o crescimento evangélico no Ceará. E diz:

“De acordo com o Ministério de Apoio com Informação (MAI), a partir de dados do IBGE, o número de evangélicos chega a 1,4 milhão no Estado. A proporção saltou de 8,2% para 16,2%. O novo perfil religioso pode ser percebido com o acréscimo de templos religiosos. A Federação das Igrejas Evangélicas do Estado do Ceará estima em 3,5 mil templos evangélicos apenas na capital”.

Parabéns à editoria e subeditorias do Jornal O Povo de Fortaleza. Nós, evangélicos, agradecemos o espaço cedido para a divulgação do Evangelho de Jesus Cristo.

Deus abençoe a todos
_______________________
GOMES SILVA é pastor evangélico, jornalista, especialista em Comunicação Educacional, palestrante nas áreas da família, juventude, liderança e coordenador de Comunicação da Visão Nacional Para a Consciência Cristã – VINACC, com sede em Campina Grande/PB.

sábado, 7 de março de 2009

Agenda do Pastor Gomes - Maio/2009

Dia 6 – Visita a irmãos em Alagoa Grande, entre elas a irmã Vera e sua família.

Dia 9 – Festa das mães no Ginásio do CAIC em Alagoa Grande/PB

Dia 10 – 1ª Igreja Batista das Malvinas. Pastor: José Roberto da Silva

Dia 12 – Entrevistado na Rádio Ariús FM

Dia 14 – Culto/visita na residência da irmã Verônica – Catolé-CG/PB

Dia 16 – Culto da Residência da irmã Guia – Malvinas-CG/PB

Dia 21 – Reunião em Alagoa Grande, quando ficou definido a abertura de um novo trabalho naquela cidade, com a participação de 15 irmãos.

Dia 22 – Reunião da Diretoria da VINACC, em Campina Grande-PB.

Dia 24 – Pregação da Palavra na 1ª Igreja Batista das Malvinas, em Campina Grande/PB. Pastor: José Roberto da Silva

Dia 26 – Estará na cidade de Alagoa Grande-PB.

Dia 28 – Pregação na Igreja Metodista, nas Malvinas, em Campina Grande. Pastor: Sílvio Rocha

Dia 30 – Prega em culto familiar na residência de Gilson, no bairro de José Pinheiro, em Campina Grande/PB. Gilson é da Igreja Casa da Bênção, cujo pastor, Marcos Fróes, estará na coordenação do culto, que acontece há vários anos.

31 – Prega na 1ª Igreja Batista das Malvinas. Pastor: José Roberto da Silva

A dura realidade de um abandonado

Pr. Gomes Silva

Acordei, hoje, colocando-me na posição dos excluídos, dos abandonados, dos rejeitados, dos esquecidos... ah, que coisa horrível!

Senti-me como se dentro de mim tivesse um pouco da aflição enfrentada por Jó (19:18-19). Foi quando vi quão grande tristeza é ser esquecido pelos que sempre estiveram ao seu lado, daqueles a quem tanto dedicou sua vida, dos muitos que não aceitam mais as suas idéias...

Além disso, cadê as pessoas que abraçavam, que elogiavam, incentivavam? Os convites para grandes banquetes, para os belos passeios? Nada disso existe mais na vida de um rejeitado. Ah, como isto é horrível.

Tenho pena de ver tantos caídos e ainda sendo apedrejados pelas injustiças desta vida. A Alma me dói quando vejo pessoas inteligentes tendo suas excelentes idéias castradas pelas mentes insanas.

A conclusão é minha. Contudo, pior é para quem está vivendo essa realidade.

Todavia, meu conselho é o de que, cada pessoa que esteja vivendo tais circunstâncias apegue-se a Deus, assim como fez Jó – 19:25 “...Eu sei que o meu Redentor vive e que por fim se levantará sobre a terra (...) ainda em minha carne verei a Deus”

EUA: Os Simpsons exibe beijo lésbico entre Marge e uma amiga

A 20ª temporada de Os Simpsons, exibida nos Estados Unidos, abordou mais uma vez a temática homossexual. Só que desta vez, a homossexualidade está na cabeça de Homer, que, com algumas cervejas, imagina que a sua mulher, Marge, está trocando um beijo caloroso com outra mulher na sala de sua casa.

O episódio, How The Test Was Won, foi ao ar nos Estados Unidos na noite de segunda-feira. Faz parte da temporada que deve ser transmitida no Brasil, pelo canal Fox, na segunda quinzena de maio deste ano.

Há pouco mais de um mês, o relacionamento gay também esteve em pauta na mesma temporada. O personagem Duffman, símbolo da cerveja mais popular de Springfield, sai do armário para se relacionar com Grady, colega de Homer.

A temática homossexual é comum no seriado desde 2005, quando a irmã de Marge se assume lésbica. Depois disso, houve um episódio em que o prefeito de Springfield legaliza o casamento gay para tirar a cidade da crise.

Fonte: Gonline

NOTA DA REDAÇÃO

O desenho animado dos Simpsons é um dos programas mais horrendos, ofensivos e anticristãos da TV. Feito sob medida como estratégia maligna de degradação da moral, especialmente deteriorando a imagem da família e da figura masculina, de uns tempos para cá tem se ocupado em promover a indução ao homossexualismo e etc.

sexta-feira, 6 de março de 2009

Uma Igreja Para os sem igrejas em Campina Grande

Em breve a cidade de Campina Grande ganhar mais uma igreja. Os idealizadores garantem que será uma igreja com uma postura diferente em seu nascedouro, pois o slogan é: “Uma Igreja para os Sem igrejas”.

De início, será feito uma campanha para despertar aquelas pessoas que já fizeram parte de uma igreja e que, por motivos outros, decidiram abandonar o barco.

Todos os que já fizeram parte de uma igreja passarão por uma bateria de estudos na área de restauração espiritual e aconselhamento, para que eles possam colocar o passado no fundo do mar de esquecimento, assim como Deus faz com o pecado daqueles que se arrependem e se dobram diante do Senhor.

Para aquelas pessoas que forem sendo alcançadas com o evangelho e aceitando Cristo Jesus como Seu Salvador, uma equipe estará preparada para dá um acompanhamento com discipulado.

Após a chegada dos primeiros “50 sem igrejas”, a direção da igreja mudará o slogan, que passará a ser: “Aqui cabe mais um. E é você. Venha!

O local onde a igreja será estabelecida, só Deus definirá. Mas se depender dos idealizadores, a Nova Igreja de Campina Grande será iniciada no bairro das Malvinas.

Se você está sem igreja, tenha mais informações no
site: http://www.mt1128.blogspot.com ou pelo
e-mail: novaigrejadecampina@gmail.com ou
pelo telefone: 8650 7572

quarta-feira, 4 de março de 2009

Louvor: Faz um Milagre em Mim

terça-feira, 3 de março de 2009

Estudo sobre personagens bíblicos

Barnabé
Matias
Lucas
João Marcos
O Apóstolo Paulo
Judas Iscariotes
Judas
Simão - O Zelote
Tiago - O Menor
Tomé
Mateus
Bartolomeu
João, o Apóstolo
Tiago, irmão de João
O Apóstolo André
Herodes Antipas e Herodias
João Batista: O pregador
João Batista: O Homem
Jesus como criança
Neemias
Daniel
Nabucodonosor

Jeremias
Isaías
Ezequias
Naamã
Jonas
Eliseu
Elias
alomão
Absalão
Moisés, guia de Israel
Moisés diante do Faraó
Moisés e sua chamada
Arão
Miriã
José
Os doze filhos de Jacó
Jacó
Esaú
Rebeca
Isaque

A vida de Abraão
A chamada de Abraão
Ninrode e a Torre de Babel
Sem, Cão e Jafé
Noé e o Dilúvio
Noé - Antes do dilúvio
Enoque e Metusalém
Abel e Sete
Cain e seus descendentes
Adão e Eva
Sansão cometeu suicídio?
O Caráter do Político Astuto: Um Estudo Sobre a Vida de Absalão

Igrejas Evangélicas terão que se adequar a lei para não fazer muito barulho durante os cultos

O Secretário Municipal do Meio Ambiente de Macapá, Eraldo Trindade, se reuniu com pastores e lideranças evangélicas no Templo da Assembléia de Deus, da Tiradentes, no Centro Comercial. Ele foi ministrar uma palestra sobre poluição sonora. A palestra contou com presença de 60 pastores. Discutindo meios para cumprir a lei de não ultrapassar o barulho de 35 decibéis e evitar problemas com os vizinhos.

A alternativa é de instalar aparelhos nas igrejas para medir a sonoridade para a secretária fiscalizar e cumpri a lei. Depois a SEMAM tira uma licença ambiental para todas as igrejas. O secretário está orientando todos os pastores para que todos possam conviver de forma tranquila e pacífica com a população, evitando problemas.

"Nós sabemos que hoje a garantia dos direitos individuais, segundo a nossa constituição a lei está em pleno vigor, cada pessoa quer seu bem estar e hoje a questão da poluição sonora esta muito presente na sociedade. As igrejas devido estarem inseridas nos bairros, nos locais onde o cidadão está as pessoas se incomodam. Então nós precisamos nos adequar a lei e respeitar as normas instituídas. Muitas vezes nem todo mundo é evangélico e existe a questão do preconceito que às vezes não esta perturbando, mas a pessoa é católico, muçulmano, umbandista, qualquer ruído atrapalham e criam uma guerra. Tenho certeza que gente vai saber se adequar, nos documentar, fazendo cumprir as normas e a lei para não haver perturbação da ordem," disse o Pastor Presidente Oton Alencar, do Templo da Assembléia de Deus.

Fonte: Jornal do Dia

Igreja evangélica ‘Casa da Bênção’ tenta fundar partido político

Enquanto governo e Congresso tentam retomar a discussão da reforma política, depois de várias tentativas fracassadas de votação, avança no País o movimento para a fundação de um novo partido ligado à igreja evangélica Casa da Bênção. Em três meses, foram colhidas 185 mil assinaturas de eleitores - fiéis, na grande maioria - em favor da criação do Partido da Justiça Social, o PJS.

O plano é conseguir o apoio de outras 284 mil pessoas até julho, para atender à exigência da lei e obter o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a tempo de concorrer nas eleições de 2010. Se for bem sucedido, o PJS será o 28º partido político em atividade no País.

Em outra frente, o deputado Silvio Costa (PMN-PE) apresentou na Câmara projeto que facilita a criação de novos partidos, diminuindo as exigências legais e retomando o instituto do partido provisório.

Atualmente, para formar um novo partido, a lei exige, além de estatuto, programa partidário e registro em cartório, a assinatura de apoio de pelo menos 468.090 eleitores. Esse número equivale a 0,5% dos votos dados na última eleição para a Câmara, em 2006, excluídos nulos e em branco.

Fonte: Agência Estado

Para Refletir! Para Refletir! Para Refletir!

Uma mãe e um bebê camelo estavam por ali, à toa, quando de repente o bebê camelo perguntou:

Bebê: Mãe, mãe, posso te perguntar umas coisas?

Mãe: Claro! O que esta incomodando o meu filhote?

Bebê: Porque os camelos têm corcova?

Mãe: Bem, meu filhinho, nós somos animais do deserto, precisamos das corcovas para reservar água e por isso mesmo somos conhecidos por sobreviver sem água.

Bebê: Certo, e porque nossas pernas são longas e nossas patas arredondadas?

Mãe: Filho, certamente elas são assim para permitir caminhar no deserto. Sabe, com essas pernas eu posso me movimentar pelo deserto melhor do que qualquer um! Disse a mãe, toda orgulhosa.

Bebê: Certo! Então, porque nossos cílios são tão longos? De vez em
quando eles atrapalham minha visão.

Mãe: Meu filho! Esses cílios longos e grossos são como uma capa protetora para os olhos. Eles ajudam na proteção dos seus olhos quando atingidos pela areia e pelo vento do deserto! disse a mãe com orgulho nos olhos.

Bebê: Ta. Então a corcova e para armazenar água enquanto cruzamos o deserto, as pernas para caminhar através do deserto e os cílios são para proteger meus olhos do deserto. Então que diabos estamos fazendo aqui no Zoológico???????

Moral da historia:

"Habilidade, conhecimento, capacidade e experiências são úteis se você estiver no lugar certo"

(ONDE você está agora?????)

Autor Desconhecido
Fonte: Cinco Pedrinhas

segunda-feira, 2 de março de 2009

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO BLOGUE


Queridos irmãos, amigos internautas

Graça e paz em Cristo Cristo

Por vários dias não atualizamos o nosso blog. Daí a nossa necessidade de esclarecer a você os motivos que acarretaram nessa ausência de nossa parte.

O motivo é que estivemos trabalhando na organização do XI Encontro para a Consciência Cristã, aqui em Campina Grande. Foram vários dias de muita luta, mas conseguimos levar o evento a alcançar seus objetivos: proclamar o evento, gloria a pessoa de Jesus Cristo, defender a fé cristã edificar a igreja etc.

Mas, a partir de agora, com mais tempo, embora não seja fácil a vida de pastor e jornalista ao mesmo tempo, estaremos sempre postando artigos, notícias, reflexão dentro da nossa capacidade bem como de outros escritores.

Grato pela compreensão

Pastor/jornalista
Gomes Silva (na foto entrevistando o palestrando Jorge Noda)