quarta-feira, 14 de maio de 2008

Pastor Antônio Carlos vem percorrendo o país tentando conscientizar o povo a lutar contra a violência

Reportagem: Gomes Silva

“Para que o mal triunfe, é necessário apenas que os homens de bem permaneçam inativos.” - Edmund Burke

O pastor Antônio Carlos, da Igreja Presbiteriana do Brasil, Barra(RJ), está percorrendo o pais com o objetivo de conscientizar cada brasileiro a lutar contra a violência que se alastra a cada dia no Brasil. Ele esteve recentemente em Campina Grande onde se reuniu com lideranças das diversas denominações evangélicas no Templo central da Igreja Presbiteriana do Brasil.

A criação de um manifesto começou, segundo o pastor Antônio Carlos, a partir da realidade vivida no Rio de Janeiro, onde foram assassinadas 115.999 pessoas entre 1991 e 2007. “Por isso criamos o Manifesto Rio de Paz pela redução dos homicídios, que estamos levando agora a todo o país”.

De acordo com o pastor Antônio Carlos, a violência é o problema social mais grave do nosso país, lembrando que nos últimos dez anos 500.000 brasileiros foram vítimas de homicídio.

- Entre 1991 e novembro de 2007 foram assassinados 115.999 cidadãos somente no Estado do Rio de Janeiro, segundo dados oficiais. Cerca de 80% destas vítimas tiveram a vida interrompida na região metropolitana do Rio; a maioria esmagadora dos mortos era de moradores de comunidades pobres das Zonas Norte e Oeste da capital e Baixada Fluminense. Agravando muito este quadro, não se sabe quantos dos mais de 4.000 desaparecidos deste ano também terão sido assassinados. São números inaceitáveis. Representam o colapso do pacto social no seu item mais fundamental, o direito à vida – afirmou Antônio Carlos chamando o povo para clamar por esta nação, pois já permaneceu calado além do normal.

- Nós, cidadãos brasileiros, reconhecemos o erro de havermos permanecido calados. Temos visto milhares de pessoas serem mortas pelo crime e não temos oferecido a devida e necessária resistência -, ressaltou.

Para Antônio Carlos, que é também palestrante do Encontro Para a Consciência Cristã, realizado no período do carnaval em Campina Grande, na Paraíba, é preciso desenvolver ações criativas, pacíficas e contundentes, com o propósito de despertar o cidadão brasileiro para a defesa dos direitos humanos em nosso país. Para isso são necessários lutar pela defesa dos direitos humanos no Brasil, com foco especial na área de segurança pública; organizar eventos e redigir documentos a fim de instruir a sociedade civil quanto à violação dos direitos humanos no Brasil; realizar protestos pacíficos e criativos contra o desrespeito à vida; investir em educação de qualidade para crianças e jovens de baixa renda; mobilizar a população a fim de que, em união com o poder público, tenha-se uma nação onde a santidade da vida humana seja respeitada.

Ele disse que não basta culpar o Poder Público, os bandidos, ou aguardar que essa mortalidade obscena seja reduzida com o correr do tempo e as atividades dos mesmos. O país agora, mais do que nunca, carece da mobilização de todos, homens e mulheres que reconhecem o valor incalculável da vida humana.

- Precisamos nos unir às autoridades, cidadãos de todas as origens e histórias, a fim de contribuir para a maior conquista social de toda a sua história: a vitória da vida sobre a morte.

O pastor Antônio Carlos vem apresentando em todas as suas palestras proferidas em nosso país, as medidas principais que precisam ser objetivadas pelas autoridades representativos do povo e as comunidades organizadas, a exemplo da igreja evangélica.

1. Estabelecer como prioridade central das políticas de segurança a redução dos crimes letais, estabelecendo metas e compromissos que restaurem a autoridade da lei.

2. Determinar metas de redução de mortes durante operações policiais, de forma a preservar a vida de policiais, moradores e transeuntes.

3. Reforçar o policiamento ostensivo em áreas de maior incidência de homicídios, especialmente em comunidades carentes.

4. Redefinir e controlar a metodologia de intervenção policial em comunidades carentes; adotar policiamento de tipo comunitário, prevenindo conflitos locais, reprimindo o uso indiscriminado de armas de fogo, reduzindo balas perdidas.

5. Priorizar a juventude, integrando definitivamente as políticas de segurança pública às demais: educação, planejamento familiar, lazer, saúde e geração de trabalho e renda; promover ações de interação positiva entre as polícias e as comunidades, particularmente com crianças e jovens.

6. Priorizar a investigação dos crimes de morte e do uso de armas e munições ilegais, a fim de que a aplicação das sanções da lei seja imediata e possa ser útil para dissuadir a prática do crime.

7. Monitorar a utilização de armas e de munição por unidades de polícia, e por policial. Aperfeiçoar o controle de estoques nas unidades.

8. Qualificar permanente e adequadamente toda a força policial; utilizar também profissionais de fora das corporações, em universidades, para capacitar os instrutores policiais, de forma que sejam trocados métodos, idéias e informações amplas e atualizadas.

9. Elevar o piso salarial dos policiais civis e militares, tornando-o um valor compatível com a importância social desses profissionais e com os riscos que enfrentam.

10. Ampliar programas de apoio à segurança e a seguridade social dos policiais e de suas famílias.

11. Reforçar as Corregedorias e Ouvidorias policiais, garantindo-lhes recursos e independência em relação às chefias de polícia, ao corporativismo e a pressões políticas.

12. Atualizar os dados da violência apresentados pelo Instituto de Segurança Pública, para incluir os dados das chamadas delegacias tradicionais, que devem ser urgentemente informatizadas.

13. Tratar a dependência química de drogas como problema de saúde pública; realizar um amplo e permanente trabalho de conscientização e desestímulo ao uso de drogas.

14. Reivindicar que todas as esferas do governo cumpram o seu papel no combate à violência, disponibilizando recursos para a segurança pública e fiscalizando eficazmente as fronteiras para impedir a entrada de drogas, armas e mercadorias contrabandeadas.

15. Construir estabelecimentos prisionais diferenciados segundo a periculosidade dos presos e proporcionar condições dignas de custódia a todos eles.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Câmara rejeita projeto sobre descriminalização do aborto

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados rejeitou no último dia 7 a descriminalização do aborto, proposta em projetos dos ex-deputados Eduardo Jorge e Sandra Starling. A rejeição se deu com a aprovação do parecer do relator do projeto, deputado Jorge Tadeu Mudalen (DEM-SP), contrário a mudanças na lei, para legalizar o aborto.

A aprovação do parecer ocorreu pela unanimidade dos 33 deputados presentes, uma vez que os parlamentares favoráveis à descriminalização do aborto se retiraram do plenário da comissão, em protesto contra a rejeição de requerimentos, para que a proposta fosse melhor discutida.

No seu parecer, o relator argumentou que "a Constituição Federal protege a vida como um direito fundamental, em cláusula pétrea" e que a "Constituição dá prioridade expressa ao direito à vida e o coloca sobre a proteção da família, da sociedade e do Estado", disse José Tadeu Mudalen.

Dentre os deputados que se retiraram da sessão, o deputado Paulo Rubem Santiago (PDT-PE) disse aos membros da comissão que admitia perder "democraticamente", mas que não aceitava o "cerceamento da liberdade" das mulheres.

O deputado José Genoíno, também favorável à descriminalização, disse que a melhor pessoa para decidir sobre a interrupção da gravidez é a própria mulher. "A mulher é quem deve ser a juíza. Estou defendendo que a mulher decida e o estado ofereça as condições para atendê-la", afirmou.

Manifestantes pró e contra a descriminalização do aborto acompanharam a reunião e, em alguns momentos, gritavam palavras de ordem como " o estado é laico" e "não à hemorragia, contra o aborto". Em vários momentos o presidente da comissão, deputado Jofran Frejat (PR-DF), teve de pedir ordem aos manifestastes.

Com a aprovação do relatório, a matéria, que tramita no Congresso há 17 anos, segue para votação na comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara, que vai examinar os pressupostos de constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa das propostas dos ex-deputados.

Agência Brasil

sábado, 10 de maio de 2008

Igreja promete ao MP evitar poluição sonora

Maceió - A Igreja Evangélica Gideões de Deus firmou, nesta terça-feira (22/04), um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público Estadual se comprometendo a só fazer uso de serviço de som em seus cultos após o licenciamento ambiental, fornecido pela Secretaria Municipal de Proteção do Meio Ambiente de Maceió (Sempma).

O termo de compromisso foi assinado pelo pastor Benedito Cândido Filho, durante audiência coordenada pelo promotor de Justiça Alberto Fonseca, da Promotoria Especializada de Defesa do Meio Ambiente.

Segundo o promotor de Justiça, o representante da Igreja Gideões de Deus foi convocado para firmar esse compromisso depois de denúncias feitas por moradores da Rua Hamilton Barros Soutinho, onde fica localizado o tempo religioso, na Jatiúca, em Maceió.

“Diante das reclamações dos vizinhos, foi instaurado um Procedimento Preparatório, que resultou nesse termo de compromisso, onde responsável pela igreja promete evitar ao máximo a poluição sonora no local, realizando suas pregações apenas com o emprego da voz”, explicou Alberto Fonseca.

A audiência foi realizada com a participação dos fiscais da Sempma Paulo Roberto Nunes e Alexandre Casado Gomes, que já estiveram na Igreja Gideões de Deus e constataram a veracidade das denúncias. Alguns moradores da Jatiúca, que assinaram o abaixo-assinado denunciando a poluição sonora, também compareceram à audiência, realizada na sede da Procuradoria Geral de Justiça.

Fonte: Alagoas 24 Horas

A COBRA E O VAGA-LUME - para refletir

Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um vaga-lume.
Ele fugia rápido com medo da feroz predadora.
Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada...
No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra:

-Posso fazer três perguntas?
-Pode. Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas jà que vou te devorar mesmo.

Pergunte:

-Pertenço a sua cadeia alimentar?
-não
Lhe fiz alguma coisa?
-Não.
-Então por que você quer me comer?

-PORQUE NÃO SUPORTO VER VOCÊ BRILHAR......


autor desconhecido.

Fonte: Blog de Zenóbio Fonseca

UM “TRAÍRA” NA FARRA DO GOVERNADOR

Pr. Gomes Silva
Jornalista

O governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, não imaginava que entre seus convidados para participarem de uma festança com direito a pagode e tudo mais estivesse um “traíra”. A figurinha -, que só Cássio e os outros que lá estavam sabem quem o é – filmou boa parte do comes-e-bebe e tacou na internet para desespero de dona Sílvia Cunha Lima, que, segundo fontes ligadas ao governo, cancelou sua agenda por uns dias.

A filmagem, feita de um celular e que fora dividido em dois vídeos, foi parar no site do Yutube. Lá aparece Cássio Cunha Lima tomando (não sabemos o que – dá para deduzir que era cerveja), batendo uma espécie de tantã e se beijando com uma loiraça (dizem que ela é de Campina e cujo nome é Jacilene Alves de Azevedo). Olha!

Se o caso de Cássio, que foi parar na internet fosse nos Estados Unidos, a coisa seria feia pra ele. Certamente a população o hostilizaria. E podia renunciar dada a pressão que seria grande.
Para Cássio, graças a Deus, o Brasil não é os Estados Unidos.

Contudo, alguém pode muito bem perguntar: o governador não pode tomar uma cervejinha, brincar com amigos? Pode sim. E deve, principalmente com a família. Só que o feio não foi tomar cerveja e bater num tantã. O problema é que só numa noite mais de 30 mil internautas viram o governador da Paraíba se beijando com uma jovem, loira, de uns 25 a 28 anos (penso eu!) e que não estava nem aí para quem estava filmando, inclusive fazendo cenas para o tal (ou a tal) que estava “traindo” a sua confiança.

Imagine a esposa e os filhos assistindo a tudo isto... Que sentimento não ficou na alma e no espírito deles?

MEU IRMÃOZINHO...
...Cássio (assim como o senhor sempre me chamava à época que eras deputado federal e prefeito de Campina Grande – tempo em que eu trabalhava na CNEC, do ex-comendador da educação no Brasil, Felipe Tiago Gomes, e posteriormente jornalista do Diário da Borborema) Não se pode confiar, hoje, em qualquer pessoa por mais íntima que lhe seja. Temos que ter muita convicção de que determinadas pessoas não sejam uma pedra de tropeço no amanhã.

E sei, governador, que dona Sílvia, mulher de fibra e de um carinho todo especial para contigo já lhe perdoou. Contudo, fica meu conselho: a Bíblia diz que, quem estiver de pé cuide para não cair.

Por isso, todo cuidado é pouco quando se não conhece o coração do ser humano.Que Deus te proteja e te dê muita graça para continuar à frente do Governo da Paraíba.
Gomes Silva é também pastor evangélico da Igreja Batista Independente

Falácias do Movimento Gay

Presidente da VINACC

O movimento gay no Brasil, juntamente com o Governo Federal, tem feito um esforço descomunal na tentativa de convencer a opinião pública brasileira de que os homossexuais estão sofrendo uma verdadeira “caça às bruxas” no país.

Dados do Congresso Nacional mostram que de 1980 a 2005 cerca de 800 mil pessoas foram assassinadas no Brasil, dentre elas cerca de 2511 eram homossexuais, conforme publicação do próprio site do Grupo Gay da Bahia:

(http://www.ggb.org.br/assassinatos2005c.html),

isto é, menos de 0,5% eram homossexuais. Isto nos mostra uma extrema contradição entre o afirmado e a realidade, pois o movimento gay declara que o número de homossexuais na população brasileira atinge o percentual de 10%, enquanto que o percentual de assassinatos atinge menos de 0,5 por cento.

O próprio assessor especial da Secretaria Especial de Direitos Humanos - SEDH, Ivair Alves Santos, evitou confirmar os números apresentados pelo antropólogo Luiz Mott acerca da perseguição aos homossexuais, “alegando que os dados sobre o assunto ainda são muito frágeis”.

Infelizmente o Governo Federal, por intermédio da Secretaria Especial de Direitos Humanos, se presta a distorcer os fatos e a se colocar a serviço do movimento homossexual no Brasil, pois não há de nenhuma forma uma “caça aos homossexuais no Brasil”. O que existe é uma escalada da violência em todos os níveis em nossa nação, que ceifa por ano cerca de 50 mil pessoas: homens, mulheres e crianças que estão sendo assassinadas. Isto sim, é um problema social.

A população em geral está pagando um preço muito alto com a violência, enquanto que, com o dinheiro de nossos impostos, o governo federal privilegia uma minoria, leia-se Movimento Gay, gastando altas somas de dinheiro na promoção da causa gay.

Que Deus nos guarde de tudo isto!

Pr. Euder Faber é coordenador geral do Encontro Para a Consciência Cristã, realizado durante o carnaval em Campina Grande na Paraíba

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Justiça proibe anúncios pornográficos em classificados

O Juiz da 1ª Vara da Infância e Juventude de João Pessoa, Fabiano Moura de Moura, ao final da instrução processual, proferiu sentença favorável à ação civil pública, ajuizada pelo Ministério Público da Paraíba, através da 2ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da Capital, contra os jornais locais, proibindo a publicação de anúncios pornográficos nos seus classificados.

De acordo com a Promotora Soraya Escorel, responsável pelo ajuizamento da ação, em novembro de 2005, o MP acionou a Justiça com a ação civil pública contra os jornais, a fim de proibi-los de publicar anúncios pornográficos nos seus classificados, exceto se no encarte viesse em invólucro com a advertência de que o conteúdo era impróprio para menores de dezoito anos.

Ainda em 2005, em caráter liminar, foi determinada a suspensão imediata de todos os anúncios diretos e indiretos referentes aos acompanhantes dos classificados dos jornais locais, incluída a proibição de fotografias e nomes dos referidos anunciantes, em respeito ao que preceitua o art. 78 do Estatuto da Criança e do Adolescente, onde prescreve que as revistas e publicações contendo material impróprio ou inadequado a crianças e adolescentes deverão ser comercializadas em embalagem lacrada, com a advertência de seu conteúdo.

“Esta vitória alcançada, com o julgamento favorável da ação não é apenas do Ministério Público, mas de todos aqueles que sempre estiveram preocupados com a causa da criança e do adolescente, expostos diariamente, de forma nociva, aos anúncios pornográficos contidos nos classificados dos jornais locais”, afirmou Soraya.

Ela observou ainda que “a justiça paraibana, com essa decisão memorável, deu um passo à frente de outros Estados e está realmente de parabéns, pois baniu de forma inédita e exemplar os anúncios pornográficos que existiam no caderno de classificados dos jornais locais”.

PORTAL CORREIO - com informações do Ministério Público do Estado da Paraíba

Jovem queria morrer para ir ao céu matar Jesus

Autoridades do Estado americano da Carolina do Sul pediram a um tribunal que um jovem seja avaliado psicologicamente depois que ele ameaçou causar uma explosão em sua escola para morrer e ir ao céu matar Jesus, segundo informa a agência EFE.

Ryan Schallenberger, 18 anos, foi detido e pode ser acusado de conspirar para usar uma arma de destruição em massa, o que pode levá-lo à prisão perpétua. "Sua conduta é estranha. É evidente que seu comportamento deve ser avaliado", disse Buddy Bethea.

O jovem teria dito a um oficial de Justiça que queria morrer. "Disse que a morte era melhor do que a vida", afirmou o agente Craig Towsend.

Schallenberger foi detido depois que seus pais recolheram no correio um pacote dirigido ao rapaz que continha nitrato de amônio, matéria prima de diversos explosivos.

Em casa, eles encontraram uma gravação que o filho havia feito para que escutassem depois de sua morte. O casal encontrou ainda um diário em que o jovem narrava suas experiências com explosivos.

Do Portal Terra

Da Redação:
Tem como a gente imaginar uma pessoa tentando ir ao céu matar Jesus?

CURSO BREVE DE TEOLOGIA!!! (???)

“DA PROSPERIDADE” E “BATALHA ESPIRITUAL”

1. Amém? Está fraco: AMÉM?
2. Quem quer receber bênção de Deus hoje, levante a mão.
3. Existe a lei da semeadura, e o número da conta é...
4. Meu irmão; você nasceu pra ser cabeça, não cauda!
5. Esse acidente aconteceu porque você deve ter dado brecha.
6. O Diabo quer lhe destruir.
7. Estou vendo uma obra de bruxaria em sua vida.
8. Vamos quebrar as setas inimigas.
9. Nada vai impedir que você seja um conquistador.
10.Não há nada de errado com o dinheiro; o único problema é o amor ao dinheiro.
11. Nossa denominação ainda vai conquistar o mundo.
12. A partir de hoje São Paulo nunca mais será igual.
13. Nós somos um povo que não conhece derrota.
14. Venha para Jesus e pare de sofrer.
15. Você é filho do Rei e não merece estar nessa situação.
16. Temos a visão de conquistar a Europa para Cristo.
17. Essa doença não existe, ela é apenas uma ameaça do Diabo.
18. Deus está nos dirigindo para abrirmos uma igreja em Boca Raton.
19. Vamos amarrar os demônios territoriais que estão sobre o Brasil.
20. Todos os que fizerem a campanha das sete semanas alcançarão seus sonhos.
21. Compre esta Bíblia fantástica com os comentários de...
22. Estamos num mover apostólico e o avivamento brasileiro é igual ao do livro de Atos.
23. Teremos uma explosão de milagres na maior concentração religiosa da história.
24. Fiquemos de pé para receber o Grande Homem de Deus, com uma salva de palmas.
25. Quando vejo essa multidão de quinze mil pessoas, somente direi eu amo cada um de vocês.
26. O Reino de Deus precisa de um candidato; elegemos nosso irmão que vai fazer a diferença.
27. Deus abrirá uma porta de emprego para você, meu irmão.
28. Semana que vem teremos mais uma sessão de cura interior.
29. Enquanto não pedirmos perdão ao Paraguai, pela guerra, nunca seremos uma nação próspera.
30. Os Estados Unidos são uma bênção porque o presidente deles é crente.
31. Tudo é bijoteria, só Deus é jóia.
32. Não sou dono do mundo, mas sou filho do dono.
33. Este carro ficará desgovernado em caso de arrebatamento.
34. Cuidado olhinho no que vê, cuidado mãozinha no que pega, o nosso Pai do céu está olhando pra você”!
35. Olhe para o seu irmão do lado e diga: Eu amo você!

(Ricardo Gondim)


CHARGES: DÊ UM CLIC EM CIMA PARA AMPLIAR






Fonte: Josiel Botelho