quarta-feira, 16 de abril de 2008

Adeus miracande!

Gomes Silva

LENDO BASTOS FARIAS...
...Vi que a micarande está mesmo com seus dias contados.
Não adiante tentar esconder esse fracasso. Campina Grande não agüenta mais micarande, são João e tantas outras festas.
No caso da micarande, lembro-me como se fosse hoje. Fui chamado para representar a Comunidade Evangélica durante sessão extraordinária na Câmara Municipal, por solicitação do vereador Fernando Carvalho, para discutir a micarande. Lá estiveram representantes do CDL, Sindicatos da rede hoteleira, da Prefeitura entre outros. E ficou claro, através das justificativas expostas, que a micarande não é mais viável para Campina Grande.
Eu, particularmente, fiz minhas considerações da Tribuna da Casa de Félix Araújo, mostrando os prejuízos que esse vento causa à sociedade Campinense. Quantas vidas não foram ceifadas, quantas vidas não ficaram com as marcas dessa festa, quantas entradas nos hospitais, quantos pais de família, hoje, não choram a “partida” de um ente querido? Justamente como frutos da micarande?
Outros lembraram à época o fim de eventos semelhantes nas cidades de Fortaleza (Fortal), João Pessoa (Micaroa) e Recife (Recifefolia).


PARAÍBA PRODUZ ENERGIA AEÓLICA
A Paraíba já produz energia eólica desde novembro de 2007. Treze aerogeradores produzem 10.2 Mega Watts de energia e outras 60 torres estão em construção para gerar 45 Mega-Watts a partir da força dos ventos. Com incentivos fiscais do Governo Estado e ações da Sudema, do DER e do Interpa, o Grupo australiano Pacific Hydro investe aproximadamente R$ 374 milhões na instalação dos parques de energia eólica “Vale dos Ventos” e “Millennium”, no município de Mataraca, Litoral Norte, a 90 quilômetros de João Pessoa

APOIO LOGÍSTICO
Além dos incentivos fiscais, o Governo do Estado ofereceu apoio logístico ao empreendimento da Pacific. O Instituto de Terras da Paraíba fez avaliação técnica para efeito de arrendamento, pela Pacific, das propriedades atingidas pela Usina de Energia Eólica Vale dos Ventos e sua respectiva linha de transmissão localizada em Mataraca.

CARAVANA SOLIDÁRIA
A UEPB está se organizando em uma ação solidária através da qual pretende arrecadar alimentos não-perecíveis e ainda roupas, calçados, cobertores, agasalhos e medicamentos. O que for arrecadado será revertido para as vítimas das últimas chuvas que atingiram a Paraíba. Os locais para arrecadar os donativos, escolhidos pelos organizadores da campanha, são
Faculdade de Administração, Departamento de Comunicação da UEPB, Casa Brasil e o Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da UEPB, em Bodocongó, todos em Campina Grande.

CESTAS BÁSICAS
O governador Cássio Cunha Lima determinou aos seus auxiliares, através da Força-Tarefa, a preparação e distribuição das primeiras 1.580 cestas básicas, que chegaram à Paraíba através do Ministério da Integração Regional. Os preparativos começaram hoje(quarta-feira, 16/04), no Centro Integrado de Cruz das Armas, em João Pessoa, os preparativos para a distribuição das cestas básicas. Já estão prontos os primeiros carregamentos para envio das cestas ao interior do Estado. Como se sabe, o Governo da Paraíba distribuirá 5 mil cestas básicas em caráter emergencial com os desabrigados em todo o Estado.


TIRADENTES
O Cine Brasil antecipa a comemoração do Feriado de Tiradentes, no dia 21 de abril, e apresenta o filme Tiradentes (Brasil – 1998), que conta a luta de Joaquim José da Silva Xavier, conhecido como Tiradentes, por um Brasil independente de Portugal. Será no próxima sábado, dia 19, pela TV Cultura.
No final do século XVIII, um clima de conspiração tomou conta da sede da capitania das Minas Gerais, Vila Rica. Insatisfeito com o sistema vigente e o aumento indevido de impostos, Joaquim José da Silva Xavier enxerga um caminho aberto e se torna líder da Inconfidência Mineira. Tiradentes sonhou junto com amigos e intelectuais ver o Brasil independente do domínio português, mas esbarrou na traição de Joaquim Silvério dos Reis. O longa é dirigido por Oswaldo Caldeira. O elenco é formado por Humberto Martins, Rodolfo Bottino, Paulo Autran, Giulia Gam, Adriana Esteves e Julia Lemmertz.

___________________________________________________________
RÁPIDAS...
...NOSSO companheiro de jornalismo, Adelton Alves, ex-apresentador do programa JORNAL DE VERDADE ao lado do querido Juarez Amaral e Polion Araújo, deve mesmo assumir a superintendência da Rádio Tabajara, em João Pessoa. Ótima escolha do governador Cássio Cunha Lima

... O SENADOR (aliás, o ex-) Ney Suassuna (PMDB) continua nos bastidores do Senado. Ele continua acreditando na cassação do senador Cícero Lucena. Se isto acontece, claro, ele voltaria a representar o Estado da Paraíba naquela casa. Sei não, mas...

... O VEREADOR Fernando Carvalho (PMDB) propôs à Prefeitura Municipal de Campina Grande a realização de campanhas informativas alusivas ao tratamento da Epilepsia. Ele declarou que os portadores de epilepsia sofrem com o estigma, o preconceito, a vergonha e o medo do desconhecido. Parabéns, Carvalho, por essa iniciativa. Realmente essa trabalho é necessário e o prefeito Veneziano precisa determinar que seus auxiliares ligados à saúde “caem” em campo.

... COM muita justiça, a Câmara Municipal de Campina Grande vai homenagear o ten-cel. do Exército Brasileiro, Francisco Márcio Eugênio Viera Saraiva, atual comandante do 31º Batalhão de Infantaria Motorizado. A propositura é do vereador Perón Japiassu. A cerimônia acontecerá nesta quinta-feira (17/04), às 19h, no plenário do Legislativo Municipal. Quem deve estar muito feliz com essa homenagem ao ten-cel é o cronista Social Tavinho Miranda, grande admirador dele e de sua esposa.

Gomes Silva é jornalista e pastor da Igreja Batista Independente em Parnaíba-PI

sábado, 12 de abril de 2008

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Coluna: Queria estar em Picuí

ALEGRIA GERAL EM PICUÍ
Estou longe da nossa querida Picuí, porém continuo bem informado sobre o que acontece ali, graças as minhas fontes.
Queria estar, sim, nesse momento na minha terra natal para contemplar a felicidade que toma conta da população, graças as chuvas que vêm caindo em solo picuiense, que já foram suficientes para fazer o Açude de Picuí sangrar. Há quase 30 anos isto não acontecia. Esse açude, o primeiro a abastecer a cidade, fica localizado na entrada da cidade (ou, como queira, na saída para Baraúna), mais precisamente no bairro Limeira (O antigo berra bode).

EX-PREFEITO ÀS LÁGRIMAS
Fui informado que o ex-prefeito da cidade no início da década de 60, José Mariano da Silva, hoje residindo no bairro Catolé, em Campina Grande-PB, chorou ao ser informado que o Açude Picuí havia sangrado.

AÇUDE DE CARAIBEIRA
Esse reservatório d’água, responsável pelo abastamento da Picuí por muitos anos e de quase dez cidade do Curimataú no período da estiagem, estava numa situação difícil, mas Deus fez com que ele sangrasse nessas chuvas, levando água para o Açude de Serraria, responsável, hoje, pelo abastecimento da cidade.
Aliás, por falar no açude de Serraria fui informado que ele já recebeu, até domingo último, seis metros d’água na parece, o que representa alívio para os picuienses, que terão água garantida nas torneiras pelo menos por mais uns seis a oitos anos, conforme minhas previsões.

COMO QUERIA ESTAR LÁ...
...
Para ver o prefeito Rubem Germano, Dumas Mahomed, João Bilhete e dona Josefa(meus queridos pais), Joaquim Vidal, João e Ilda (do bar), Severino Gomes, Fenelon Luz, Ednaldo Lúcio, João Vidal, Pedro Nicácio, Zé Baldo e sua esposa Neném; Zé de Berto, Lili, Amorim Guarda, Severino Estrela, Antônio Henrique (poeta), e mais outros bons amigos, como Francisco Araújo, J. Tavares, Jair Gomes, Zé Guarda, Itamar Luz (Pastor Nito), Edinho, Afonso Neves, e essa turma mais jovem da cidade felizes, se abraçando, relembrando os tempos idos em que Rio do Pedro descia com grande volume d’água, atingindo o teto da ponte.

PRESENTE PELA IMAGINAÇÃO
Imagino aquelas pessoas alegres em cima da ponte; alguns pulando nas águas, outros dizendo: há quantos anos não víamos isto em Picuí; a turma do esporte afirmando: “eita, aqui a gente jogava bola, lembrando os inúmeros torneios ali realizados”. Talvez, à época, muitos deles jamais pensando que um dia contemplariam aquele rio como está hoje.
Imagino também meus irmãos em Cristo Jesus nos cultos em suas igrejas agradecendo a Deus pelas chuvas que trouxeram muitas esperanças para o homem do campo. E para o da cidade também.
Obrigado, Senhor, pelas bênçãos direcionadas ao povo da minha terra!

Gomes Silva é jornalista e pastor evangélico da Igreja Batista Independente em Parnaíba-PI

quinta-feira, 10 de abril de 2008

A Europa resistirá à islamização?

Alguns analistas do Islã na Europa Ocidental afirmam que o continente não pode escapar a seu destino “eurábico”; que as tendências dos últimos cinqüenta anos continuarão até que os muçulmanos se tornem a população majoritária e que a lei islâmica (a Shar’ria) prevaleça e impere.

Eu discordo, afirmando que há outro caminho que o continente europeu pode tomar, aquele da resistência à islamização e da reafirmação de modos tradicionais. Os europeus nativos – que perfazem 95 por cento da população – podem insistir quanto a suas tradições e costumes históricos. Se eles assim o fizerem, nada se lhes oporia e ninguém poderia detê-los.

De fato, os europeus estão mostrando visíveis sinais de impaciência com a Shar’ria, que vem avançando pouco a pouco. A legislação na França que proíbe o uso de hijabs[1][lenços recobrindo as cabeças das mulheres] nas salas de aula de escolas públicas sinaliza a relutância em aceitar os modos islâmicos, relutância com a qual se relacionam os esforços para banir burqas, mesquitas e minaretes. Por toda a Europa Ocidental, os partidos antiimigrantes têm, em geral, crescido em popularidade.

Essa resistência tomou um novo rumo poucas semanas atrás [final de março], com dois eventos dramáticos. O primeiro, em 22 de março, quando o próprio Papa Bento XVI batizou, confirmou e deu a Eucaristia a Magdi Allam, de 56 anos, um proeminente muçulmano nascido no Egito e que há muito vive na Itália, onde é um dos principais editores do jornal Corriere della Sera, além de autor bastante conhecido. Batizado, Allam adotou Cristiano como o seu nome do meio[2]. A cerimônia de conversão não poderia ter sido mais destacada, pois se deu durante o serviço religioso noturno na Basílica de São Pedro, na véspera do domingo de Páscoa, com extensa cobertura de muitas estações de televisão, incluindo a do Vaticano.

Allam deu seqüência à sua conversão com uma declaração pungente, na qual afirmou que além “do fenômeno do extremismo e terrorismo islâmico que surgiu em nível global, a raiz do mal é inerente a um Islã que é fisiologicamente violento e historicamente antagônico”. Em outras palavras, o problema não é apenas o islamismo, mas o próprio Islã. Um comentarista, "Spengler", do Asia Times, vai mais longe ao dizer que Allam “representa uma ameaça existencial à vida muçulmana” porque ele “concorda com seus ex-correligionários no repúdio à cultura degradada do Ocidente moderno e lhes oferece algo bastante diferente: uma religião fundada no amor”.

No segundo evento, em 27 de março, o holandês Geert Wilders, de 44 anos, lançou o seu há muito aguardado filme de 15 minutos, Fitna, que consiste de alguns dos mais belicosos versos do Corão, seguidos de ações levadas a cabo por islamitas em anos recentes e de conformidade com tais versos. A implicação óbvia é de que os islamitas estão simplesmente agindo de acordo com suas escrituras. Nas mesmas palavras de Allam, Wilders também afirma que “a raiz do mal é inerente” ao Islã.

Ao contrário de Allam e de Wilders, eu faço sim a distinção entre Islã e islamismo, mas acredito ser imperativo que suas idéias sejam ouvidas sem restrições, vituperações ou punição. Um debate honesto acerca do Islã precisa acontecer.

Se a conversão de Allam foi uma surpresa e o filme de Wilders causou alvoroço crescente três meses antes do lançamento, não ocorreram reações violentas tais como aquelas enfrentadas por críticas ao Islã anteriores. De acordo com o jornal Los Angeles Times, a polícia holandesa contatou imãs para medir a reação nas mesquitas de Amsterdã e descobriu, de acordo com o porta-voz da polícia, Arnold Aben, que “[...] hoje está mais quieto que o habitual. Parece uma espécie de feriado”. No Paquistão, uma demonstração contra o filme atraiu apenas algumas dúzias de manifestantes.

Essa reação relativamente contida aponta para o fato de que as ameaças muçulmanas foram suficientes para garantir a censura. O primeiro-ministro holandês Jan Peter Balkenende condenou Fitna e, depois que 3,6 milhões de visitantes o assistiram no website britânico LiveLeak.com, a empresa anunciou que “[E]m decorrência de ameaças de natureza muito séria à nossa equipe,... à Liveleak não restou alternativa a não ser a de remover o filme Fitna de nossos servidores”. (Dois dias depois, porém, a Liveleak recolocou o filme na web).

Três similaridades merecem menção: (1) tanto Allam (autor de um livro intitulado Viva Israele) quanto Wilders defendem Israel e os judeus; (2) ameaças muçulmanas contra as suas vidas forçaram-nos a viver sob proteção policial 24 horas por dia, durante anos; (3) e, a mais profunda similaridade: ambos compartilham de uma paixão pela civilização européia.

De fato, Allam e Wilders podem representar a vanguarda de uma reafirmação cristã/liberal dos valores europeus. É cedo para fazer previsões, mas esses indivíduos fortes e inamovíveis podem dar o encorajamento e o impulso àqueles que desejam manter a identidade histórica do continente europeu.

[1] NT: Essa legislação francesa é de 2004 e proíbe não apenas os hijabs, mas também uso de solidéus e de cruzes “grandes” em escolas públicas, indicando, portanto, a relutância em aceitar qualquer símbolo religioso, pois o estado francês decidiu enfatizar o seu laicismo, o seu secularismo.

[2] NT: Em alguns países, e em determinadas situações, o nome do meio pretende ressaltar alguma característica notável da pessoa.

Publicado originalmente no Jerusalem Post, em 03/04/2008, sob o título “A movie and a conversion: Europe begins to resist?" [“Um filme e uma conversão: a Europa começa a resistir?”]

Também disponível em danielpipes.org

Autor: Daniel Pipes é um dos maiores especialistas em Oriente Médio, Islã e terrorismo islamista da atualidade. Historiador (Harvard), arabista, ex-professor (universidades de Chicago e Harvard; U.S. Naval War College), Pipes mantém seu próprio site e dirige o Middle East Forum, que concebeu junto com Al Wood e Amy Shargel — enquanto conversavam à mesa da cozinha de sua casa, na Filadélfia — e que hoje, dez anos mais tarde, tem escritórios em Boston, Cleveland e Nova York. Depois do MEF, vieram o Middle East Quartely, o Middle East Intelligence Bulletin e o Campus Watch, dos quais ele participa ativamente. Juntos, esses websites recebem mais de 300 mil visitantes por mês. Por fazer a distinção sistemática entre muçulmanos não-islamistas e extremistas islâmicos, Daniel Pipes tem sido alvo de ataques contundentes. A polêmica gerada por sua nomeação, em 2003, para o Institute of Peace pelo presidente George Bush apenas confirmou o quanto as idéias de Pipes incomodam as organizações islamistas e outros interessados em misturar muçulmanos e terrorismo. Daniel Pipes é autor de 12 livros, entre eles, Militant Islam Reaches America, Conspiracy, The Hidden Hand e Miniatures, coletânea lançada em 2003.

Por Daniel Pipes em 08 de abril de 2008

© 2008 MidiaSemMascara.org

domingo, 2 de março de 2008

SEXO NÃO FOI O PECADO DE ADÃO

Pr. Gomes Silva

Desde pequeno sempre ouvi os mais idosos afirmarem que o pecado de Adão foi ter comido a maçã que Eva lhe dera (não encontramos nenhuma referência bíblica afirmando que o fruto da macieira é sinônimo de pecado). Mais tarde surge a inditosa idéia de que o pecado original foi a prática do sexo. Ambas, muito longe da realidade.

Mais tarde, e já conhecendo um pouquinho da Palavra de Deus, lemos claramente na Bíblia que o pecado fora originado pela desobediência de Adão a Deus, pois este ouviu o Altíssimo lhe dizer: “De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gn 1:16-17). Infelizmente, ele comeu do fruto em desobediência ao que lhe dissera o Senhor.

Hoje eu sei que dizer que sexo foi o pecado cometido por Adão é falta de conhecimento bíblico. Por que? Porque, como a gente pode conferir através da Palavra de Deus, o sexo não foi criado como sinônimo de pecado. O que ocorre é que muitas pessoas, influenciadas por uma incorreta interpretação da Bíblia, afirmam que o pecado original de Adão foi a prática do sexo. Isso não é verdade. Deus criou Adão e Eva, deu-lhes sexualidade e fez de ambos uma só carne e ainda disse que eles deveriam se multiplicar.

Apesar de muitos não gostarem, Deus criou o sexo para reprodução e prazer do ser humano. Ou seja, a finalidade do sexo é a reprodução. Contudo, a Bíblica também deixa claro em Provérbios 5:18-19 e Eclesiastes 9:9 que o sexo não é só para reprodução, mas também como fonte de prazer entre marido e esposa. No primeiro texto, o escritor de Provérbio apresenta uma visão saudável do sexo. Seu conselho é que as delícias do sexo, que é dádiva de Deus, sejam desfrutadas tão-somente no casamento (Bíblia Anotada). O segundo fala sobre o desfrutar da vida todos os dias com a mulher (homem) que ama.

Sexo praticado fora do contexto conjugal, onde deve ser a expressão de amor entre o casal, isto sim, é que é pecado. Porque os termos impureza, relações sexuais ilícitas, fornicação, imoralidade, prostituição e adultério são usados na Bíblia para referir-se a pecados de natureza sexual (Atos 15:29, 1 Tessalonicenses 4:7; 2 Pedro 2:14).

Para conturbar cada vez mais o ambiente familiar temos visto que a televisão e a internet têm sido fontes desagradáveis para “educar” crianças, adolescentes e jovens do nosso país. As novelas repassam conceitos imorais e libertinos relacionados à sexualidade, explorando cenas de nudez e de sexo, enquanto que a internet se transforma numa fonte também de pornografia o que tem despertado até crianças para a sexualidade contaminada pelo pecado.

Todavia, afirmo com muita convicção que o sexo tem suas vertentes, digamos assim, que fazem do homem um pecador. Por exemplo: abuso sexual de crianças, violência sexual, envolvimentos homossexuais, a infidelidade conjugal, que têm sido praticado em grandes proporções pela humanidade pervertida.

O sexo não foi a razão do pecado original. O pecado de Adão foi desobedecer a Deus da mesma forma como a humanidade, em sua maioria, está se comportando hoje e ultrajando o sexo, criado pelo próprio Deus para a felicidade do homem e da mulher no convívio conjugal.

COLUNA - Nova Igreja em Parnaíba

EVANGELISTA HIGINO
Ele está em Parnaíba vindo da cidade de Curitiba-PR. Sua meta é abrir um trabalho missionário, porém ainda não definiu o local onde edificará a nova igreja de PHN: Igreja Renovação da Fé (visão pentecostal). Seja bem-vindo!

IGREJA ORGÂNICA...
...É título do livro, que o evangelista Higino nos presenteou quando esteve em nossa casa. Ótimo livro! Nesse, encontrei uma frase que me levou a refletir o nosso meio: “Se um décimo do que vocês acreditam é verdade, deveriam estar dez vezes mais empolgados do que estão”. São palavras de um não-cristão. Realmente, está faltando empolgação nos filhos adotivos de Deus.

MOTIVAÇÃO
Na realidade, a maioria dos homens de Deus tem empolgação para ir ao campo de futebol, discutir o melhor time do país; para reunir os amigos e saborear um belo churrasco; lutar por emprego; para melhorar sua condição financeira. Contudo, falta motivação para cumprir o IDE de Jesus, alcançando vidas através da evangelização. Muitos nem saem de casa. Preferem dormir e ir à igreja somente quando tiver vontade. E têm se dado mal, mesmo!

UEIP
A União Evangélica Interdenominacional de Parnaíba tem novo presidente. Trata-se do pastor Marques, da Igreja de Deus. Ele, que era o vice, assume o lugar o pastor Costa Filho. Durante café da manhã sábado pela manhã em sua residência, Marques reuniu pastores das mais diversas denominações com atuação em PHN.

BOA SEMENTE
Plantar a semente certa no solo certo não é opcional; é obrigatório para que o Reino cresça naturalmente. Se o resultado desejado é plantar e colher maças, você nunca obterá sucesso plantando sementes de melancia. Um substituto da semente não vai adiantar. O código genético correto é necessário para que a vida aconteça e se desenvolva corretamente.
O semeador planta a semente. A semente é a Palavra de Deus (Marcos 4:14). Devemos lembrar que é a mensagem de Deus que transforma vidas. (texto extraído do livro “Igreja Orgânica”, de autoria de Neil Cole).

MUCUMBA - I
Na última quarta-feira, quando evangelizava (em casas) no bairro Piauí, bem no coração de Parnaíba, encontrei-me com um senhor de nome Francisco, mais conhecido como “Chiquinho”, ele “pai de santo” do terreiro São Francisco, que tem como chefe o demônio chamado Tranca Rua. Para minha surpresa, garantiu já foi evangélico durante um ano e oito meses. E saiu da igreja porque adoeceu e um médium espírita de Teresina-PI, disse-lhe que teria que desenvolver a sua mediunidade para se livrar do problema. E complicou-se!

MACUMBA - II
Depois de ouvir o “pai de santo”, inclusive dizendo ele a forma como os espíritos lhe usavam e como se dá o processo de “libertação” dos endemoninhados, pude falar de Jesus para ele. Ele ouviu, mas fez de conta que não ouviu direito. Ao término do nosso encontro, perguntei-lhe: Se o senhor morresse hoje qual seria o seu futuro? Ele não respondeu e, em seguida, adentrou no seu terreiro.
Por hoje é só. Fique com Deus